Hamilton vence GP da Hungria e assume a ponta do campeonato

Foto: Laszlo Balogh / REUTERS

Em uma corrida sem grandes emoções, Lewis Hamilton assumiu a ponta do campeonato mundial de pilotos de Fórmula 1 após 11 corridas de domínio do alemão Nico Rosberg. A prova teve início com apenas um ponto de vantagem do alemão e terminou com o britânico tendo oito pontos de vantagem sobre o companheiro de equipe.

Os brasileiros Felipe Massa e Felipe Nars tiveram uma atuação discreta. O veterano da Willians tentou uma estratégia de apenas uma parada, mas os pneus de Massa não aguentaram até o final da corrida, obrigando-o a fazer uma parada nas voltas finais para conseguir terminar a corrida em 18°, logo atrás do compatriota que ficou com a 17° posição.

A CORRIDA

Com uma primeira curva disputada entre Rosberg, Hamilton, Riccardo, Verstappen e Vettel, o Australiano da Red Bull quase pulou para a ponta do pelotão, perdendo a liderança quando fez uma curva muita aberta, possibilitando a Hamilton que ultrapassasse o pole, Rosberg, e já na terceira volta estivesse com uma distância confortável o suficiente para não permitir que o companheiro de equipe ameaçasse a posição do britânico com o uso da asa traseira na reta de 900m de Hungaroring.

Durante boa parte da corrida Hamilton teve vida fácil. Rosberg colou no atual campeão mundial quando faltavam 16 voltas para o fim da prova, mas não conseguiu fazer grandes ameaças ao vencedor da corrida, uma vez que não conseguiu ficar próximo o suficiente para fazer uso do DRS e ser mais incisivo contra o companheiro de equipe.

Os melhores momentos da corrida foram protagonizados por Kimi Raikkonen e Max Verstappen nas últimas 12 voltas do GP de Budapeste. O campeão mundial de 2007 encontrou dificuldades para tentar ultrapassar o jovem de 18 anos, chegando a tocá-lo quando arriscou um “x” para ganhar a 5ª posição que era ocupada pelo holandês. No fim, com muitas reclamações do finlandês, ambos mantiveram as posições.

Sebastian Vettel, 4° colocoado, chegou a ameaçar o pódio de Daniel Riccardo nas voltas finais, mas a Ferrari do alemão não mostrou superioridade em relação ao carro do australiano que cruzou a linha de chegada com a 3ª colocação.

Resultado

1 Lewis Hamilton Mercedes 1:40:30.115
2 Nico Rosberg Mercedes +1.977S
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing Tag Heuer +27.539S
4 Sebastian Vettel Ferrari +28.213S
5 Max Verstappen Red Bull Racing Tag Heuer +48.659S
6 Kimi Räikkönen Ferrari +49.044S
7 Fernando Alonso Mclaren Honda +1 Lap
8 Carlos Sainz Toro Rosso Ferrari +1 Lap
9 Valtteri Bottas Williams Mercedes +1 Lap
10 Nico Hulkenberg Force India Mercedes +1 Lap
11 Sergio Perez Force India Mercedes +1 Lap
12 Jolyon Palmer Renault +1 Lap
13 Esteban Gutierrez Haas Ferrari +1 Lap
14 Romain Grosjean Haas Ferrari +1 Lap
15 Kevin Magnussen Renault +1 Lap
16 Daniil Kvyat Toro Rosso Ferrari +1 Lap
17 Felipe Nasr Sauber Ferrari +1 Lap
18 Felipe Massa Williams Mercedes +2 Laps
19 Pascal Wehrlein Mrt Mercedes +2 Laps
20 Marcus Ericsson Sauber Ferrari +2 Laps
21 Rio Haryanto Mrt Mercedes +2 Laps
Jenson Button Mclaren Honda Abandonou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *