Um grande passo para o tênis de mesa itapirense

Na noite desta quinta-feira (28), foi promovido o lançamento da Associação Desportiva Itapirense de Tênis de Mesa. A entidade que se tornará responsável pela execução dos projetos da modalidade em Itapira realizou o evento no Centro de Treinamento Aurélio Miguel. A área situada no Centro funcionará como sede para os mesatenistas.

Neste novo passo, as diretrizes estão sob a coordenação de Cátia da Silva, atualmente, única professora da modalidade na Secretaria de Esportes e Lazer (Sejel). A profissional, que já passou pelo Clube Mogiano, em Mogi Mirim, concedeu entrevista ao GRANDE JOGADA e explicou um pouco mais sobre o projeto.

Segundo a professora de tênis de mesa, a associação não terá fins lucrativos e foi criada para se tornar um meio mais profissional de captar recursos e parceiros para a equipe. Desta maneira, é possível ter uma estrutura melhor no decorrer da temporada.

A associação nasce com a estrutura básica já oferecida pela Prefeitura. São seis mesas, além de bolinhas e raquetes. O espaço no CT Aurélio Miguel recebe de 50 a 80 alunos e Cátia sonha com algo mais. “Sonhamos em ter o nosso próprio espaço. Quem sabe agora com a associação esse sonho se realize”. A relação com a municipalidade agora será de parceria.

“A intenção é no futuro ajudar a Prefeitura e hoje é a Prefeitura quem nos auda. Queremos procurar novos parceiros e se tornar mais fortes, se tornar, quem sabe, uma potência. Podendo, assim, contratar mais professores, montar mais turmas, com mais horários”, destacou. Cátia reconhece que todo este processo, porém, está em um estágio embrionário, mas celebra o avanço com o lançamento da ADITM.

 

AJUDA

Entre os benefícios que podem ser conquistados a partir da criação da associação está a luta para pagamento do TRA. Esta taxa é cobrada anualmente pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) e nem todos os alunos tem condições de pagar. “Espero ajudar meus alunos mais simples a pagar a TRA. Esta taxa é cobrada para que eles possam jogar os torneios e nem todos conseguem”, revelou a treinadora.

Ainda sobre as ampliações, Cátia espera poder comprar mais mesas de melhor de qualidade, mais materiais e elaborar clínicas da modalidade. “Queremos ajudar aqueles alunos que tem talento, mas não tem recurso, a participar de torneios oficiais, de Brasileiros, nossa, é tanta coisa”, exclamou.

SOLENIDADE – Durante a solenidade desta quinta-feira, a ADITM apresentou o novo uniforme para a temporada. Os patrocinadores são a Fio Sul e a Medital Descartáveis e Limpeza, além da SEL. A entidade ainda prestou uma homenagem a Luiz Filipe Guarnieri Manara.

Lançado por Cátia no Clube Mogiano, o mesatenista que representará a região nos Jogos Paralímpicos recebeu uma placa e relembrou os tempos em que representou Itapira, inclusive, nos Jogos Regionais. “Havia uma parceria entre a Prefeitura e o Recanto e por muitos anos ganhamos muitas medalhas por Itapira”, relembrou Cátia.

Next Post

Sub20 do Mogi sofre WO após ônibus quebrar na estrada

sex jul 29 , 2016
O Mogi Mirim retornaria neste final de semana a jogar pelo Campeonato Paulista sub20. Retornaria. Devido à quebra do ônibus que levava a equipe a Sorocaba, o Sapo não conseguiu enfrentar o São Bento e perdeu o jogo por WO. O confronto estava agendado para a tarde desta sexta-feira (29), […]