Poliana Okimoto: A primeira da história

Na manhã de segunda-feira (15), Poliana Okimoto entrou definitivamente para a história da natação brasileira. A maratonista aquática se tornou a primeira mulher a  conquistar uma medalha olímpica pelos esportes aquáticos brasileiros. Campeã da Copa do Mundo da modalidade em 2009, a atleta conquistou a medalha de bronze nos Jogos Rio 2016, na prova dos dez quilômetros.

O mogimiriano Ricardo Cintra, marido e treinador de Poliana, foi um dos principais responsáveis pela conquista da atleta de 33 anos. Como quase tudo na vida do esportista de alto rendimento no Brasil, o bronze da nadadora veio após muita dificuldade. Na primeira vez que a competição foi realizada em águas abertas, Poliana esteve o tempo inteiro no primeiro pelotão, chegou a liderar a prova, mas cruzou a linha de chegada na quarta posição. Depois do choro de tristeza por, naquele momento, ter ficado no quase, veio a notícia que mudou o significado do choro e abriu o sorriso da medalhista. Pela imprensa, Poliana soube que havia conquistado o bronze.

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira, 19, do Grande Jogada.

Next Post

Dérbi mogiano em Paulínia pela Lhesp

sex ago 19 , 2016
Mogi Mirim e Itapira voltam às quadras neste final de semana pela categoria sub21 da Liga Paulista de Handebol. Após mais de 45 dias sem partidas, as equipes se enfrentam no sábado (20), a partir das 18h45, no ginásio Agostinho Fávaro, em Paulínia. Os últimos jogos dos dois times aconteceram […]