Mogi reduz pena de Motta e pode extinguir multa na CBF

O Mogi Mirim conseguiu reduzir a pena imposta pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) ao zagueiro Henrique Motta. O recurso voluntário apresentado pelo clube foi apreciado pelo Tribunal Pleno do órgão na quinta-feira (29).

“Por unanimidade de votos, conheceu o Recurso, para no mérito, dar parcial provimento, para reduzir a suspensão de duas para uma partida ao atleta Henrique Marcelino Motta, do Mogi Mirim”, destacou o relator, Antônio Vandeler de Lima, em publicação registrada no site da CBF.

O advogado Felipe Macedo funcionou na defesa do clube. Com o recurso aceito, a diretoria estuda agora se irá recorrer e tentar recuperar os quatro pontos perdidos no dia 19 de setembro, quando a Primeira Comissão Disciplinar do STJD puniu o clube pelo uso irregular do defensor.  No dia 20 de agosto, o Mogi escalou o Motta diante do Macaé.

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira, 7, do GRANDE JOGADA.