EM BUSCA DE PARCEIROS

Com a crise econômica nacional, as prefeituras também foram afetadas, o que inviabilizou este ano o pagamento de taxas de associações e federações esportivas com a verba destinada, por exemplo, à Secretaria de Esportes e Lazer (SEL) de Itapira. Assim, modalidades esportivas, por meio de seus treinadores e atletas, estão se mobilizando para angariar recursos para a manutenção da participação das equipes .

Nesta semana foi colocada a primeira placa de publicidade na Pista de Atletismo, o que lança a campanha da equipe em busca de novos parceiros. De acordo com Rodrigo Vicente, um dos coordenadores da equipe itapirense, nos últimos 10 anos do programa Bolsa Atleta, os atletas itapirenses foram beneficiados mais de 20 vezes com o incentivo, já que alguns conquistaram mais de uma vez o benefício.

Da atual equipe de Itapira, um atleta tem recebido uma bolsa do governo estadual e mais duas atletas conquistaram, em 2016, o direito a receber o benefício este ano. “Porém, para receberem o benefício, devem comprovar que estão participando das competições oficiais”, explicou Rodrigo.

Nos últimos anos a equipe itapirense transferiu vários atletas para outras equipes de maior porte, dos quais oito competidores vivem financeiramente do esporte. De acordo com o coordenador, isto só foi possível por serem federados, pois seus resultados são reconhecidos a nível nacional e internacional. “Desta forma os jovens atletas itapirense conquistam ascensão social e econômica por meio do esporte”.

A partir desta semana os treinadores e atletas começam a procurar empresas parceiras para divulgarem sua marca nas praças esportivas. A placa em destaque tem uma medida de 1 metro por 1,50 metro e o parceiro paga R$100,00 por mês. O que deve motivar novos parceiros é que o valor investido nesta publicidade é aplicada em prol da modalidade esportiva, colaborando com a formação esportiva e social de nosso jovens, fazendo com que a empresa cumpra com sua responsabilidade social.

A meta da equipe de atletismo é atingir o número de oito placas para, assim, cobrir o custo anual da Federação Paulista de Atletismo (FPA). O valor é obrigatoriamente depositada no Fundo Municipal do Esporte e 100% do valor investido vai diretamente para a modalidade atletismo.

“Apesar de estarmos em busca do financiamento que já tínhamos garantido em anos anteriores, estamos pensando no futuro, pois, quando a situação financeira melhorar, a Prefeitura vai voltar a garantir o pagamento das taxas de competições e o valor conquistado por meio das placas de publicidade pode ser investido em melhores condições para os atletas”, destaca o coordenador, exemplificando ações como uma melhor alimentação em competições e a oferta de lanches em treinamentos.

“Além de materiais e equipamentos de treinamento e competição, cesta básica às família de atletas de baixa renda, entre outras melhorias aos atletas”. Caso alguma empresa ou leitor esteja sensibilizado com a causa, pode procurar os treinadores na Pistas de Atletismo. Rodrigo Vicente e Nivaldo Marques ficam no local de segunda à sexta-feira, das 16h00 às 19h00. O contato também pode ser feito através dos telefones 3843 1548 ou 3813 1448.

Next Post

Doença de Parkinson e a atividade física

qua abr 5 , 2017
Caroline Zacariotto Silva* Para conseguirmos realizar qualquer movimento de forma satisfatória, é necessário que exista uma interação perfeita entre o meio ambiente e o próprio corpo. Desta forma as informações sensoriais são processadas e transformadas em ações motoras voluntárias e reflexas. Diversos sistemas estão envolvidos neste processo, contudo, um que […]