CADÊ O PAGAMENTO?

A arbitragem em Itapira vive um dilema nas últimas temporadas do Futebol Amador. O pagamento dos cachês que os colaboradores recebem por jogo tem atrasado constantemente. As dívidas relacionadas aos serviços prestados em 2016 foram quitadas nas últimas semanas e novos débitos foram criados.

A situação envolve a Prefeitura Municipal de Itapira, a Secretaria de Esportes e Lazer (SEL) e a Associação Desportiva de Árbitros de Amparo. Houve, inclusive, uma ameaça de paralisação das atividades até que o pagamento seja efetuado e a nova promessa da Prefeitura é de pagamento até o dia 15 de junho. A Copa Itapira de Futebol Amador teve início no dia 2 de abril.

Desde então, foram promovidas seis rodadas e nenhuma foi paga. A arbitragem em Itapira é formada por um árbitro, dois assistentes e um mesário. O pagamento é dividido da seguinte forma: R$ 100 para o árbitro central, R$ 50 para cada bandeirinha e mais R$ 35 para o mesário. O pagamento, porém, não é realizado no dia do jogo.

A Associação Desportiva de Árbitros de Amparo foi a vencedora de uma licitação pública promovida recentemente e é dela a obrigação legal de quitar as dívidas com os colaboradores. O procedimento para o pagamento começa com a expedição de um pedido de empenho, feito pela Secretaria de Esportes e Lazer. Após esta solicitação, a associação emite a nota fiscal e a Prefeitura realiza o pagamento para a entidade.

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira, 9, do GRANDE JOGADA.

Next Post

Veiga volta e Mogi fecha com ex-Corinthians e ex-Palmeiras

sex jun 9 , 2017
O Mogi Mirim tem novidades para a sequência da Série C do Campeonato Brasileiro. O Sapo anunciou nesta quinta-feira (8), a contratação do técnico Marcelo Veiga. Junto com o técnico, o elenco recebeu reforços, entre eles dois meio-campistas experientes: Moradei (ex-Corinthians) e Cristian (ex-Palmeiras). Os jogadores aguardam apenas o registro  no […]