Atletismo regional em alta no Brasil e na Europa

O atletismo da região continua fazendo história com três de seus principais representantes no cenário nacional e internacional.  O itapirense Tiago da Silva, que compete pelo Clube Pinheiros, está na Europa, onde faturou dois excelentes resultados. No domingo (2), conquistou a medalha de prata no salto em distância do Torneio de La-Chaux-des-Fonds, na Suíça, com a marca de 8,00 metros em sua quarta tentativa. O campeão foi o australiano Henry Frayne, com 8,21 metros.

Com o resultado, Tiago, que ganhou um relógio como prêmio, assumiu, na ocasião, a segunda colocação no ranking brasileiro da prova, empatado com Lucas Marcelino dos Santos (IMST), que também competiu na Suíça, ficando em quinto lugar, com 7,67 metros. O líder do ranking até aquele momento era Paulo Sergio de Oliveira (B3 Atletismo), com 8,05 metros.

Mas, Tiago queria mais. Na terça-feira (4), ele viajou para a Espanha, onde sagrou-se campeão no salto em distância do Memorial José Antonio Cansino, em Castellón. A marca? 8,08 metros, o seu melhor resultado na temporada. Com isso, ultrapassou Oliveira e assumiu a liderança do ranking brasileiro. De quebra, chegou ao segundo lugar do ranking sulamericano.

Já na segunda-feira (3), a também itapirense Laura da Silva Sartorato foi convocada para a Seleção Brasileira de Atletismo para disputar o II Jogos Sul-Americanos da Juventude, que acontece no período de 6 a 8 de outubro deste ano, em Santiago, no Chile. Laura recebeu a convocação por ser a melhor atleta do ranking brasileiro do lançamento do martelo, entre as atletas nascidas no ano de 2001.

Porém, por motivos particulares, a atleta decidiu não disputar a competição no Chile. Mesmo assim, não escondeu a alegria de integrar o quadro da seleção, ressaltando que foi uma grande conquista. No futuro, ela espera ter a possibilidade de novamente ser convocada e representar o Brasil. Quem também aparece na lista de convocados da Confederação Brasileira de Atletismo é o guaçuano Adrian Henrique Dias Vieira. Ele competirá nas provas do saldo em distância e do salto triplo.

Atualmente, Adrian é o melhor atleta do ranking nas duas provas dentre os nascidos em 2001. Vale lembrar que o guaçuano também vai disputar agora em julho, o Campeonato Mundial Sub18 em Nairóbi, no Quênia, na prova do salto triplo.  Formado na escolinha de atletismo da Secretaria de Esportes e Turismo de Mogi Guaçu, Adrian agora é atleta do Sesi (Serviço Social da Indústria), de São Paulo.