Atletismo regional em alta no Brasil e na Europa

O atletismo da região continua fazendo história com três de seus principais representantes no cenário nacional e internacional.  O itapirense Tiago da Silva, que compete pelo Clube Pinheiros, está na Europa, onde faturou dois excelentes resultados. No domingo (2), conquistou a medalha de prata no salto em distância do Torneio de La-Chaux-des-Fonds, na Suíça, com a marca de 8,00 metros em sua quarta tentativa. O campeão foi o australiano Henry Frayne, com 8,21 metros.

Com o resultado, Tiago, que ganhou um relógio como prêmio, assumiu, na ocasião, a segunda colocação no ranking brasileiro da prova, empatado com Lucas Marcelino dos Santos (IMST), que também competiu na Suíça, ficando em quinto lugar, com 7,67 metros. O líder do ranking até aquele momento era Paulo Sergio de Oliveira (B3 Atletismo), com 8,05 metros.

Mas, Tiago queria mais. Na terça-feira (4), ele viajou para a Espanha, onde sagrou-se campeão no salto em distância do Memorial José Antonio Cansino, em Castellón. A marca? 8,08 metros, o seu melhor resultado na temporada. Com isso, ultrapassou Oliveira e assumiu a liderança do ranking brasileiro. De quebra, chegou ao segundo lugar do ranking sulamericano.

Já na segunda-feira (3), a também itapirense Laura da Silva Sartorato foi convocada para a Seleção Brasileira de Atletismo para disputar o II Jogos Sul-Americanos da Juventude, que acontece no período de 6 a 8 de outubro deste ano, em Santiago, no Chile. Laura recebeu a convocação por ser a melhor atleta do ranking brasileiro do lançamento do martelo, entre as atletas nascidas no ano de 2001.

Porém, por motivos particulares, a atleta decidiu não disputar a competição no Chile. Mesmo assim, não escondeu a alegria de integrar o quadro da seleção, ressaltando que foi uma grande conquista. No futuro, ela espera ter a possibilidade de novamente ser convocada e representar o Brasil. Quem também aparece na lista de convocados da Confederação Brasileira de Atletismo é o guaçuano Adrian Henrique Dias Vieira. Ele competirá nas provas do saldo em distância e do salto triplo.

Atualmente, Adrian é o melhor atleta do ranking nas duas provas dentre os nascidos em 2001. Vale lembrar que o guaçuano também vai disputar agora em julho, o Campeonato Mundial Sub18 em Nairóbi, no Quênia, na prova do salto triplo.  Formado na escolinha de atletismo da Secretaria de Esportes e Turismo de Mogi Guaçu, Adrian agora é atleta do Sesi (Serviço Social da Indústria), de São Paulo.

Next Post

Coluna Fisio & Saúde: Auriculoterapia

sáb jul 8 , 2017
A medicina natural visa o bem-estar do homem como um todo, sendo que qualquer sintoma representa a ação defensiva do organismo numa constante busca pelo equilíbrio. Todas as atividades do nosso corpo têm por objetivo manter essa defesa, sendo regulada pelas leis da natureza, que, quando favorecida, nos traz saúde […]