Futsal feminino é campeão na Liga Riopardense

A parceria feita pela Escola Oficial do São Paulo de Mogi Mirim com a equipe de futsal de Mogi Mirim, para resgatar e incentivar a prática do futebol feminino, já começa a colher frutos. A Sejel/Mogi Mirim/São Paulo sagrou-se campeã da categoria adulto feminino do campeonato da Liga Riopardense de Futsal. Na decisão, disputada domingo (2) à tarde, no ginásio de esportes Tartarugão, em São José do Rio Pardo, vitória por 3 a 2 sobre o Futsal Nota 10, de Santa Rita do Passa Quatro.

A final colocou frente a frente duas equipes com campanhas bem parecidas. Em oito jogos disputados até então, ambas venceram seis, empataram uma e perderam apenas uma partida. E a única derrota mogimiriana na competição foi justamente para o adversário da decisão: 2 a 1 na última rodada da primeira fase. Mas, valendo título, a história foi diferente e Mogi Mirim levou a melhor.

Mas, para ficar com a taça, encarou um adversário duríssimo. Com mais fome de bola, as meninas comandadas pela treinadora Daiane Laurindo foram mais eficientes e logo no início, abriram o placar com Fran. O gol fez o Futsal Nota 10 adiantar a marcação e pressionar a saída de bola, oferecendo espaços para o contra-ataque. E foi num contra-ataque mortal que Mogi Mirim fez o segundo com um belíssimo gol de calcanhar de Joana.

Os 2 a 0 no marcador fizeram as mogimirianas relaxarem e num vacilo logo na saída de bola permitu que Santa Rita do Passa Quatro marcasse seu primeiro gol na partida. “Pedi tempo técnico para ajustar nossa equipe. Jogamos melhor, com mais chances de gol”, disse Daiane. O resultado não se alterou até o final do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o jogo ficou aberto, com chances claras de gol para os dois lados. Foi quando apareceram as goleiras. Com defesas milagrosas, levavam a melhor sobre as jogadoras de linha. Mas, no arremate da fixa e capitã Renata Santos, Mogi Mirim fez 3 a 1. A pressão do Futsal Nota 10 aumentou e a goleira Dara Ferreira foi decisiva novamente, com defesas salvadoras.

Porém, de tanto pressionar, Santa Rita fez o segundo num lance chorado, definido apenas no segundo chute, depois de nova defesa espetacular de Dara. Com 3 a 2, Mogi Mirim soube se defender e ainda criou oportunidades de ampliar, mas, foi só esperar o apito final para comemorar e soltar o grito de campeão. Sob o comando de Daiane, a equipe Sejel/Mogi Mirim/São Paulo foi campeã com Aline da Silva, Amanda Xavier, Beatriz Oliveira, Dara Ferreira, Érica Yoshino, Franciele Pio, Isabela Francisco, Janete Santos, Joana Villanova, Luana Gasparini, Luana Souza, Renata Santos, Rowena Nogueira, Suzana Pereira e Taís Francatto.

Next Post

Bárbara garante índice para o Troféu José Finkel

sáb jul 8 , 2017
Um final de semana intenso e com uma evolução que chamou a atenção. Foi assim que a Free Play/Sejel concluiu mais uma participação no Campeonato Paulista Júnior Sênior de Inverno, promovido nas piscinas da Unisanta, em Santos. A equipe contou com seis atletas, que balizaram com nadadores do alto escalão […]