Mercado 10: Rooney no Everton e Vitrine SPFC

À partir deste domingo, dia 9 de julho, começo a trazer aqui no Blog do Lucas Valério aqui no GRANDE JOGADA um espaço voltado para o famigerado ‘Mercado da Bola’. Os meses de julho e agosto são os mais intensos quando o assunto é ‘janela de transferências’ e este é o foco do Mercado 10.

A intenção é atualizar o Blog todos os dias com as 10 notícias mais interessantes do Mercado da Bola. Claro que pode ser que um dia ou outro falhe, mas, na medida do possível, você ficará por dentro das informações e opiniões sobre transferências de atletas no mercado brasileiro e internacional.

Seja bem-vindo, caro leitor!

RODRIGO CAIO NO ZENIT – O Zenit, da Rússia, topou pagar a multa rescisória de Rodrigo Caio. São R$ 68 milhões e cerca de R$ 54 milhões ficariam com o São Paulo. Com o Zenit disposto a fazer o depósito, resta apenas a posição do zagueiro para o negócio sair ou não. Esta seria a 22ª saída de atleta do São Paulo em 2017. Rodrigo Caio é um zagueiro de qualidade e com enorme potencial para o futebol europeu. Imaginava vê-lo em um clube como Tottenham ou Sevilla em sua primeira passagem internacional, mas, dizem que o beque trata o Zenit como clube grande na Europa. Importante frisar que Caio é primordial ao São Paulo muito mais pela ausência de peças de alto nível do que por atuações memoráveis. Em um momento menos turbulento sua saída não seria tão sentida.

ADERLAN SANTOS NO SÃO PAULO – Ainda sobre o São Paulo, nos próximos dias o clube deve anunciar mais um reforço em meio ao Brasileirão. Veículos esportivos cravaram no sábado (8) o acerto do Tricolor com Aderlan Santos. O zagueiro viria por empréstimo de 800 mil euros com passe fixado em 4 milhões de euros. Não acompanhei as atuações de Aderlan em Braga e Valencia, mas, pelo que fez em Portugal, pode ser uma boa. Porém, pelo que não atuou na Espanha, sobretudo no segundo ano com os Ches, causa interrogações. O que pode entusiasmar o são-paulino é que Miranda também era um desconhecido para os brasileiros quando foi contratado junto ao Sochaux-FRA e que Pablo chegou ao Corinthians sob enorme desconfiança…

DIEGO SOUZA NO PALMEIRAS – Palmeiras, Sport e Diego Souza. O triângulo que virou novela ganhou novo capítulo neste final de semana. A pedido de representantes do atleta, o Sport não o relacionou para a partida contra o Coritiba. A alegação foi de problemas pessoais, mas, os rumores de que o negócio com o Palmeiras sairá só aumentaram. Caso enfrentasse o Coxa, Diego completaria 7 jogos pelo Sport e não poderia mais se transferir para outro clube da Série A. Impossível não pensar que estão forçando a barra. O fato é que aos 32 anos Diego vive grande fase e se achou em uma posição mais adiantada, praticamente um 9. No embalo que está em Recife poderá ser decisivo no Palestra.

JOÃO SCHMIDT NA ATALANTA – A Atalanta apresentou na sexta-feira, dia 7, o volante João Schmidt. O jogador deixou o São Paulo de graça após o fim de seu vínculo. Na equipe de Bérgamo terá a oportunidade de jogar a Liga Europa e evoluir no continente. Sempre gostei de Schmidt. Volante canhoto, bom distribuidor de jogadas. Atua de cabeça levantada. Tem tudo para dar certo na Europa, apesar do perfil desleixado. Justamente por esta característica é que não me assustarei se em dois anos estiver na Juventus e for chamado de ‘Novo Casemiro’.

LACAZETTE NO ARSENAL – O francês que defendeu o Lyon em oito temporadas agora é do Arsenal. Os Gunners pagaram 53 milhões de euros (quase R$ 200 milhões) naquela que agora é a contratação mais cara de sua história. Lacazette firmou vínculo de cinco temporadas. Em 2016/2017, Lacazette marcou 37 gols e deu cinco assistências em 45 partidas pelo Lyon. Os números são muito bons e a origem também. Anelka e Henry são alguns dos exemplos de que centroavantes franceses e o Arsenal se dão bem. Na contramão da contratação, a chegada de Lacazette pode proporcionar a saída de outro camisa 9 francês. Giroud tem proposta do West Ham e pode trocar o Emirates pelo Estádio Olímpico.

JOHN TERRY NO ASTON VILLA – A relação de John Terry e Chelsea é uma das mais belas do futebol inglês. O eterno capitão dedicou 22 anos de sua vida profissional aos Blues e ajudou na consolidação do clube londrino como uma das grandes marcas do futebol europeu. Agora, aos 36 anos, viverá uma nova etapa. O zagueiro foi apresentado como reforço do Aston Villa, clube que disputa a Championship (Segunda Divisão). O clube de Birmingham é um dos maiores campeões da Inglaterra (9 taças) e, assim como Chelsea, possui uma Champions League. Porém, precisa se reconstruir após um doloroso rebaixamento e a liderança de Terry pode ser fundamental. Além, claro, de tornar a Champiosnhip ainda mais atrativa a partir de 2017/2018.

DANIEL ALVES NO CITY – O fim da carreira de Daniel Alves tem sido da maneira como muitos jogadores sonham. O lateral se deu ao direito de fazer um tour pela Europa e decidir por si só em que clubes atuar. Após o sucesso no Barça, traçou como meta evoluir sua marcação na Itália e brilhou com a multicampeã Juventus. Agora, realizará o sonho de jogar na Premier League. Nos próximos dias, Alves será apresentado como reforço do Manchester City e será um dos pilares da reformulação proposta pro Pep Guardiola. Vale aqui o destaque que o Chelsea foi concorrente dos Citiziens e que o PSG também tentou o lateral, mas, o sonho de jogar na Inglaterra falou mais alto.

DIEGO COSTA NO ATLÉTICO – O jornal As cravou durante a semana que Diego Costa retornará ao Atlético de Madrid. Insatisfeito no Chelsea, o jogador deve ser negociado por um preço muito abaixo do que vale. O problema da transação é que os Colchoneros estão punidos pela FIFA por irregularidades em negociações e só poderão inscrever novos atletas à partir de janeiro de 2018. Assim, surge como caminho uma ponte com o Besiktas. O atual bicampeão turco disputará a Liga dos Campeões e já se reforçou com o luso-brasileiro Pepe. E este é um ponto que gera curiosidade. Após tantas animosidades entre Pepe e Costa no Derbi de Madrid, será interessante vê-los defendendo a mesma camisa…

ROMELU LUKAKU NO UNITED – O Manchester United está obcecado para voltar a doutrinar o futebol inglês e ser uma das forças na Europa. Clube mais valioso do mundo, o United desembolsou R$ 317 milhões para vencer a concorrência com o Chelsea e contratar Romelu Lukaku. O atacante belga é um dos principais matadores da Premier League há várias temporadas, mas, no Everton, não era tratado como estrela. Agora, ao lado de Pogba, deverá ser o recondutor dos Red Devils às glórias. Pelo que joga, pelo que faz de gols, parece valer o preço pago. O problema é que a passagem pelo Chelsea quando chegou do Anderletch-BEL proporciona a pergunta: “Lukaku é jogador de time grande?”. Veremos à partir deste novo desafio…

 

WAYNE ROONEY NO EVERTON – Para fechar esta primeira versão do ‘Mercado 10’ nada melhor do que a nostalgia causada pela imagem de Wayne Rooney no Everton. O atacante surgiu nos Toffes e deixou o Goodson Park há 13 anos. No United, traçou uma linda trajetória, com vários títulos e o recorde de maior artilheiro da história do maior campeão inglês. O atacante marcou 253 gols em 559 partidas pelos Red Devils. Ganhou cinco Premier Leagues, três Copas da Liga, uma FA Cup, uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa e um Mundial. No retorno ao Everton, terá a missão de substituir Lukaku e liderar uma equipe jovem e promissora. Colocar os Toffes na Champions será fantástico, mas, a ansiedade já é grande em assistir o primeiro jogo oficial de Rooney no Goodson Park. O contrato com o Everton é de 2 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *