Cueva garante grupo fechado para afastar a crise

Fechados com a torcida e cada vez mais unidos! Assim estão os jogadores são-paulinos para subir na tabela do Campeonato Brasileiro. Durante a coletiva de imprensa desta sexta-feira (4), após a reapresentação do elenco n o CT da Barra Funda, o meia-atacante Cueva falou sobre o momento da equipe na competição nacional e ressaltou o espírito do grupo para reagir.

“Não vou negar que a derrota não afeta, é claro que afeta. Mas estamos unidos sabendo que podemos sair dessa situação. Estamos encontrando forças para sair dessa situação. Às vezes, a sorte não nos acompanha. Mas vamos passar por esse período turbulento para que depois venha a calmaria. A inspiração é ver como todos trabalham. A comissão técnica está muito bem. Lógico que vencer o Botafogo foi importante e poderíamos ter vencido ontem”, disse.

Na noite da última quinta (3), no Morumbi, o Tricolor lutou do início ao fim e empurrado pela torcida tentou vencer o Coritiba. No entanto, com gols de Carleto (pênalti) e Filigrana, os visitantes levaram a melhor e derrotado o São Paulo por 2 a 1. “A derrota abala, mas pergunto se jogamos mal. Eu não concordo com quem acha isso. Tivemos oportunidades, mas não conseguimos fazer os gols. Sabíamos que o jogo não seria fácil”, opinou o peruano, que emendou.

“O Coritiba faria o seu jogo, eles também queriam sair da zona de rebaixamento. Fizeram um gol de pênalti. Penso que se tivéssemos feito o primeiro gol, o jogo seria diferente. No jogo de ontem foi uma boa apresentação. Se tivéssemos marcado um gol o jogo seria diferente. Um pênalti que não foi mudou a história da partida. Nós produzimos, propomos o jogo.  A ansiedade te faz cometer erros. Mas nós queremos brigar da melhor maneira pelo São Paulo. Fomos contratados para fazer o melhor por esse clube que é muito grande”, completou.

Com 19 pontos em 18 rodadas, o São Paulo precisa de um resultado positivo diante do Bahia na próxima rodada para iniciar o segundo turno em busca da parte de cima da tabela. Pela frente, o time são-paulino terá um adversário direto na classificação: o Bahia está no 16º lugar, com 20 pontos.

“Precisaremos de força mental no domingo porque o jogo será muito duro. O único resultado que nos interessa é vitória. Vários fatores te fazem cometer erros num jogo. Mas penso que vamos trabalhar para reagir. A princípio, nenhum time gosta de brigar na zona de rebaixamento, mas isso está acontecendo com o São Paulo. Acredito que vamos sair dessa situação. O grupo está mentalmente forte, estamos melhorando nos trabalhos do dia a dia”, avaliou Cueva, que acrescentou.

“Tivemos a chance de subir na tabela ontem e não conseguimos. É dura a experiência de brigar na parte de baixo, mas vamos reagir. A inspiração é ver como todos trabalham. A comissão técnica está muito bem. Lógico que vencer o Botafogo foi importante e poderíamos ter vencido ontem. Precisaremos de força mental no domingo porque o jogo será muito duro. O único resultado que nos interessa é vitória”, finalizou.

Foto: Rubens Chiri/SPFC
Fonte: Site oficial do São Paulo

Next Post

Sport desafia o 'cada vez mais' líder Corinthians na Arena

sáb ago 5 , 2017
O Sport é o desafiante da vez do Corinthians, líder do campeonato e invicto há 33 partidas, 18 delas na série A, com 13 vitórias e cinco empates na 19ª rodada, a última do primeiro turno, neste sábado (5), na Arena Corinthians, em São Paulo, às 19h00. O Corinthians soma […]