Expansão do céu da boca x Melhora no desempenho

Pesquisadores do Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) concluíram em um estudo que a expansão rápida do maxilar superior promove uma ampliação significativa de todas as estruturas do complexo nasomaxilar (cavidade nasal, orofaringe, seios maxilares direito e esquerdo), melhorando o padrão respiratório em respiradores bucais em crescimento. Os resultados revelaram que no grupo experimental houve um aumento significativo no tamanho das estruturas de interesse em comparação com o grupo controle, tanto no geral quanto nas regiões específicas.

O estudo de intervenção, prospectivo e controlado envolveu 38 pacientes respiradores bucais, independentemente do tipo de mordida ou raça, portadores de maxila estreita. O objetivo era investigar o impacto da expansão rápida da maxila sobre o volume do complexo nasomaxilar, utilizando tomografia computadorizada associada a um programa de manipulação de imagens.

Os pacientes do grupo experimental foram tratados com ortodontistas, que é especificamente a área onde eu atuo, com expansão rápida da maxila usando um expansor no céu da boca para a correção da deficiência transversal. As imagens tomográficas para avaliação volumétrica total e parcial do complexo nasomaxilar foram manipuladas no programa Dolphin®, que é especifico para medições apuradas de imagens radiográficas.

A deficiência transversal da maxila associada a problemas respiratórios é uma condição frequentemente observada na ortodontia e na otorrinolaringologia. O estudo levanta a discussão acerca desse tipo de maloclusão, que merece uma atenção especial por parte dos ortodontistas, otorrinolaringologistas e alergistas, uma vez que as suas causas e os sintomas são claramente relativos a essas três especialidades.

Uma vez melhorada essa condição respiratória do indivíduo, todo o desempenho cerebral e físico também são melhorados, pois, tanto mente quanto corpo necessitam de oxigênio para trabalharem bem. Quanto mais oxigenação, melhor o funcionamento do organismo. Para maiores informações acesse <www.ortopigozzi.com.br>.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *