As modalidades e os riscos do crossfit

Crossfit é um programa de treinamento de força e condicionamento físico, feitos em movimentos funcionais de alta intensidade e constantemente variados. Tais movimentos se enquadram basicamente em três modalidades: condicionamento metabólico ou cardio, levantamento de peso olímpico e ginástica olímpica. Esse programa tem crescido muito no mundo por ser considerado um programa de completa adaptação fisiológica, independente do nível físico ou idade do praticante.

O Crossfit busca desenvolver e melhorar as habilidades físicas do indivíduo, melhorando a resistência muscular e cardiovascular, força, precisão, agilidade, equilíbrio, flexibilidade, coordenação e velocidade. O principal equipamento utilizado para a prática do Crossfit é próprio corpo, mas alguns exercícios também utilizam barras, anilhas, kettlebells, cordas, bolas, caixas, elásticos e até pneus.

Como o programa apresenta movimentos de alta intensidade complexos, existe uma grande preocupação sobre o risco de lesões, que geram bastante discussões entre profissionais de Educação Física, Ortopedia, Fisioterapia e até mesmo entre praticantes. Muitos estudos têm sido feitos para desmistificar esse assunto, especialistas afirmam que e o Crossfit não lesiona mais ou menos do que outros esportes, que é sim um programa seguro, desde que seja orientado por profissionais qualificados e com alto nível de envolvimento no esporte, pessoas que saibam avaliar o nível do praticante e corrigir os exercícios sempre que necessário.

As regiões que mais precisam de atenção são as do ombro e coluna, pois são as mais afetadas durante os movimentos ginásticos e de levantamentos de peso olímpicos. Movimentos mal feitos ou com cargas inadequadas podem trazer lesões que demoram a ser recuperadas, desta forma realizar o treinamento em um local e com equipamentos apropriados e acompanhados por profissionais que são especializados no programa, é muito importante para evitar essas lesões. É claro que não só o Crossfit, mas todo exercício físico deve ser antecedido por aquecimento e toda carga deve ser aumentada a partir do momento que o praticante tiver um bom condicionamento físico e consciência corporal, pois um treinamento de Crossfit é basicamente a execução da técnica, força e movimentos.

Para minimizar as lesões é necessário moldar ou adaptar o treino às características individuais do praticante, nenhum tipo de treinamento deve ser padrão, ele pode e deve ser moldado quando necessário para a realidade da pessoa, nunca impondo cargas, subestimando ou superestimando o praticante, pois a segurança deve estar sempre em primeiro lugar para se evitar lesões

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *