QUAL O LIMITE DESTES CARAS?

O Mogi Mirim encerra neste sábado, 9, a temporada do futebol profissional. A partir das 17h30, o Sapo enfrenta o Joinville, na Arena Joinville. Será a oportunidade de concluir de forma digna a participação na Série C, competição em que já foi rebaixado e terminará na lanterna do Grupo B. Em números gerais, divide com o ASA a condição de pior campanha, levando a ‘vantagem moral’ de ter uma vitória a mais que a equipe alagoana, já rebaixada no Grupo A.

A diferença entre ambos veio no último final de semana, quando o Sapo venceu o Macaé por 3 a 0, no estádio Vail Chaves. Edson (2 vezes) e Everton marcaram os gols de triunfo surpreendente. Não apenas pelo fato do Mogi já estar rebaixado. Durante a semana que antecedeu o confronto, jogadores e funcionários passaram por mais uma situação vexaminosa.

Parte do estádio Vail Chaves sofreu com um novo corte de energia. Não bastasse este caso, alguns funcionários procuraram a reportagem para contar que a cozinha do clube passou a semana toda fechada. Após a derrota por 4 a 0 para o Volta Redonda, no domingo, dia 27 de agosto, os atletas se reapresentaram na quinta-feira (31) e não tinha alimentação à disposição.

“Cortaram a nossa alimentação. Eles falaram que não vão dar mais comida”, afirmou um colaborador que, afirmando temer a exposição de seu nome à diretoria, preferiu não se identificar.

Leia a matéria completa na edição desta quarta-feira, 6, do GRANDE JOGADA.

Next Post

É DIA DE DECISÃO

ter set 5 , 2017
A Sociedade Esportiva Itapirense decide nesta quarta-feira (6), o título da XV Copa Interestadual de Futebol Sub20, também chamada de Copa Adailton Ladeira. A final contra o Independente de Limeira será às 15h00, no estádio municipal de Águas de Lindóia. Nas semifinais, a Vermelhinha eliminou o Amparo com uma goleada […]