Free Play entre as melhores do Brasil

O trabalho da Academia Free Play é cada vez mais reconhecido e está entre os melhores do Brasil de acordo com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. A entidade divulgou uma lista que apresenta as melhores equipes de natação do país em 2017. A Free Play/Sejel aparece na 13ª posição, a apenas cinco pontos da 10ª colocada. A equipe mogimiriana está à frente de clubes fortes, como o Internacional de Regatas, o Clube Espéria e a Hebraica, todos da capital paulista.

A presença no ranking nacional está conectada às participações em duas competições nacionais. No Troféu Maria Lenk, disputado entre os dias 2 e 6 de maio, no Rio de Janeiro, os mogimirianos somaram 16 pontos. Três meses depois, em agosto, a equipe competiu no Troféu José Finkel, outra competição absoluta no calendário nacional e conquistou mais 14 pontos. Com 30 pontos, a Free Play aparece na 13ª posição no ranking nacional de clubes.

“Uma marca conquistada com a presença de apenas três atletas na soma destas duas competições. Diferente de algumas equipes, que levaram dezenas de competidores, nós contamos apenas com o Conrado (Coradi Lino) no Maria Lenk e no Finkel, além do Conrado, foram também o irmão dele, o Thomas (Coradi Lino) e a Bárbara Cecato Barbosa”, explicou Ricardo Martiniano, coordenador da equipe.

O técnico frisou a importância do feito e ressaltou que, estar entre os melhores do país, serve de motivação para seguir com um trabalho que há décadas forma atletas e cidadãos em Mogi Mirim. “Mostramos a cada dia que a receita do sucesso pode ser caseira. Nossos alunos são da cidade, formados desde a base. Um trabalho que engloba várias faixas etárias e que prioriza o ser humano acima do atleta, mas, sempre com o foco no desenvolvimento desportivo”, destacou.

A liderança é do ranking nacional é do Esporte Clube Pinheiros, com 100 pontos. A equipe paulistana foi campeã do José Finkel e do Maria Lenk. Na sequência, aparecem Minas Tênis Clube (90 pontos), Unisanta (80), Corinthians (70), GNU (58), SESI (58), Curitibano (52), Fluminense (47), ABDA (47), Flamengo (44), Centro Olímpico (39), Iate Clube (35), Ítalo Brasileiro (34), Colégio Marista (32), Free Play (30), CEI-RN (25), Internacional (20), ACEB (18), SERC-São Caetano (16), Clube Espéria (15), Rio Preto (13), Hebraica (12), Apanasc (12) e Usiminas (11).

Para o cálculo dos pontos, é levado em consideração o desempenho dos atletas de cada equipe nas competições nacionais. Até o final da temporada, mais quatro campeonatos contarão pontos para a definição do ranking definitivo de 2017. Troféu Maurício Bekken (infantil), Troféu Carlos Campos Sobrinho (juvenil), Troféu Júlio de Lamare (júnior) e Troféu Daltely Guimarães (sênior).

O trabalho da Free Play é desenvolvido com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Mogi Mirim, através da Secretaria de Esporte Juventude e Lazer (Sejel), Colégio Conectado, Gonçalves Avenida Society, Ótica Líder, Sucos Alvorada e VSwim e apoio do Laboratório 22 de Outubro e da Clínica Vitallis.

 

Next Post

Mogi Guaçu vence torneio de vôlei de praia

qua out 18 , 2017
A equipe de vôlei de praia de Mogi Guaçu disputou no dia 8, o Torneio dos Amigos, realizado em Itapira, na quadra “Marcos Turato”, no bairro dos Prados. Participaram 12 quartetos da disputa. Mogi Guaçu foi representada pelos atletas Cesar, Maira, Marina e Marcinho. O evento foi organizado e realizado […]