DIETA CARB CYCLE – PARTE 2

Elaine Cristina Navarro*

O foco da dieta Carb Cycle basicamente é a restrição do carboidrato, a manutenção da proteína e o aumento da gordura (alimentar), pois é ela que será utilizada como fonte de energia para o corpo. Isso mesmo, a gordura boa que é ingerida é utilizada como energia e consequentemente vai fazer você reduzir gordura corporal. É estranho dizer que ao consumir mais gordura você perderá também gordura corporal, esse processo é chamado de CETOSE, que é um estado metabólico onde a gordura fornece a maior parte da energia para o corpo, principalmente quando se adota uma dieta com restrição de carboidrato.

A Cetose faz com que o corpo produza corpos cetônicos, usando a gordura para produzir energia ao invés de usar os carboidratos. No entanto para entrar nesse estado metabólico é preciso reduzir drasticamente o consumo de carboidratos, que devem variar entre 20 a 50 gramas por dia, mas aqui estamos falando em “ciclar carbos”, ou seja, consumir níveis baixos, moderados e altos alternadamente. O intuito dessa alternância é promover um emagrecimento saudável, sem perda de massa magra e sem ocasionar compulsões alimentares, pois o carboidrato tem um efeito muito forte na composição corporal.

É matemática, se consumimos e não gastamos, ele se transforma em gordura. Já se o consumo é baixo e gastamos o corpo inteligentemente utiliza as reservas de gordura como energia. Como eu disse na semana passada, o ciclo de carboidratos é mais uma estratégia hormonal do que uma estratégia calórica, pois a sua atuação é de regular os hormônios que atuam indiretamente na perda de peso, entre eles temos a Insulina, Leptina e a Serotonina.

A Insulina é o hormônio envolvido no transporte da glicose proveniente dos carboidratos para dentro das células, quando você come um alimento rico em carboidrato, a insulina é liberada para o pâncreas, controlando os níveis de açúcar no sangue, quando você consome excessivamente carboidratos, pode-se levar a resistência a insulina, o que poderá causar acúmulo de gordura no abdome e até diabetes. Quando você faz a alternância entre pouco, moderado e alto carboidrato, você poderá ficar mais sensível a insulina, o que poderá te levar a emagrecer.

Já a Leptina é um hormônio produzido principalmente pelas células de gordura e atua no mecanismo de controle da fome e da saciedade. A Leptina é secretada de acordo com a quantidade de carboidratos que você consumir no período entre 12 e 24 horas. Ela funciona como um alerta para o cérebro, avisando que seu corpo já tem a energia necessária, trazendo então a sensação de saciedade e diminuindo a fome. Assim como no caso da Insulina, o corpo também pode tornar-se resistente à Leptina, comendo demasiadamente carboidratos, seu cérebro não receberá o aviso de que já está satisfeito e você pode continuar comendo sem limites.

Outro fator importante no caso da Leptina é que quando você restringe demais o carboidrato, seu cérebro entende que você não recebeu energia suficiente e poderá estocar tudo o que você consumir, desacelerando o emagrecimento. Aí entra o benefício da Carb Cycle, pois alternando o consumo de carboidratos, você estimula seu cérebro entender o que seu corpo precisa fazer.

Por fim, temos a serotonina, tão conhecida por nos causar bem estar. Ela geralmente é liberada quando consumimos carboidratos. Quando você restringe demais o consumo, seus níveis de serotonina abaixam, causando ainda falta de energia e até compulsão alimentar, por isso que a Carb Cycle pode te ajudar, pois quando a serotonina abaixa, imediatamente o cérebro envia sinais de aumento de apetite e você sente aquela vontade irresistível de comer carbos simples, que são as farinhas brancas e açucares. Fazendo um bom ciclo de carboidratos você poderá estimular os hormônios para o seu bem estar.

Não se esqueça, em dia de treino leve, consuma moderadamente, em dia de treino pesado tenha um consumo mais alto e em dia de descanso, praticamente não consuma carboidratos. Seu corpo agradecerá!

*Elaine Cristina Navarro é pedagoga e tem uma página de motivação ao emagrecimento saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *