Série A de Mogi terá seis novidades em relação a 2017

Em reunião realizada na quarta-feira (14), na sede da Lifamm (Liga de Futebol Amador de Mogi Mirim), foram definidos os participantes da Série A da Copa Mogi Mirim em 2018. A competição terá cinco equipes que estavam na Série B no ano passado. As baixas em relação a 2017 começam com América e Jahmaica, rebaixados para a Segundona. Vila Bianchi, Missão Paz e Vida, CDHU e Unidos do Silvânia abriram mão da vaga e estão fora do torneio.

O Vila Chaib, campeão da Série B em 2017, confirmou presença na Série A, diferente do Jardim Planalto, que também conquistou a vaga à elite com a chegada à final da Série B no ano passado. Com a desistência do Planalto e das outras três equipes que estavam na Série A em 2017, a Lifamm iniciou o convite para os demais clubes que disputaram a Série B na última temporada.

Semifinalista, o União Santa Luzia aceitou o chamado, diferente do Bem Te Vi. Assim, os convites seguiram para os times que chegaram à segunda fase e Amigos e Fúria aceitaram o desafio, diferente de Jardim Paulista, Uni G, Cruz Azul e Geração Bahia. A última vaga foi então preenchida pelo Nova Santa Cruz, que sequer chegou à segunda fase da Série B no ano passado.

A última mudança ocorreu na terça-feira (20). Mesmo após a reunião, o Unidos do Silvânia confirmou a desistência do torneio e sua vaga foi ocupada pelo Grêmio Mogi Mirim. O Grêmio foi o 13º colocado na classificação geral da 2ª Divisão do ano passado e não tinha a obrigação de aceitar o convite, mas, decidiu encarar a elite.

Os clubes que abriram mão da disputa serão punidos com a exclusão da edição 2018 e o retorno na lista de espera em 2020, seguindo o regulamento geral da Lifamm. Missão Paz e Vida, Vila Bianchi, CDHU, Unidos do Silvânia e Jardim Planalto, que tinham vaga assegurada na Série A, além de Bem Te Vi, Geração Bahia, Jardim Paulista, Uni G e Cruz Azul, que disputariam a Série B, mas recusaram a proposta de jogarem a Série A são os clubes punidos.

REGULAMENTO

Na reunião, ficou ainda definido que o regulamento será idêntico ao do ano passado, com a primeira fase disputada em grupo e turno único, classificando-se os oito melhores para a segunda fase. Nesta etapa, os clubes serão divididos em duas chaves e os dois melhores de cada avançam para a semifinal. Tanto a semi quanto a final terão jogos de ida e volta. Entre as novidades, destaque para a liberação de quatro jogadores de fora, um a mais do que em 2017. A abertura deve ocorrer no dia 6 de maio, com o duelo entre Vila Maria e Jardim Europa.

Next Post

Sejel voltará a promover os Jogos dos Trabalhadores

sex mar 30 , 2018
A Sejel (Secretaria de Juventude Esporte e Lazer) confirmou que promoverá neste ano mais uma edição dos Jogos dos Trabalhadores. A pasta está em contato com empresas da cidade para a confirmação da participação. As inscrições estão abertas até quarta-feira (28). No dia 4 de abril, deve acontecer o Congresso […]