Estilo de Vida: Por que continuo obeso?

Elaine Cristina Navarro*

Todo mundo tem o seu motivo para justificar a obesidade. Desculpas como: “tenho tendência a engordar”, “minha genética é péssima”, “meu metabolismo é lento” ou “acho que é culpa da tireóide” são apenas algumas delas. Ok, eu também por muito tempo usei essas desculpas!

Será mesmo que esses são os principais motivos que te levam a continuar obeso? Eu sempre achei que porque minha família materna era predominantemente obesa, esse era o principal motivo de eu ser, mas aí percebi que mesmo sendo obesa eu não tinha comorbidades, ou seja, doenças que pudessem estar relacionadas com minha obesidade. No máximo eu tinha anemia, pois nunca comia direito. Isso já era uma grande vantagem, pois eu realmente precisava tratar da obesidade e não de outras doenças. Por outro lado, a obesidade com o passar dos anos me levou a um quadro depressivo e aí sim, precisei tratar a depressão para conseguir emagrecer.

O ponto chave da obesidade é o péssimo hábito alimentar das pessoas, já ouviu aquela frase: “Você é o que você come”, é totalmente verdadeira! Quanto mais saudável for seu hábito alimentar, melhor vai ser sua saúde e consequentemente seu corpo. Infelizmente maus hábitos alimentares iniciam na infância, onde a família tem aquela ideia de que a criança precisa de doces, bolachas e aqueles iogurtes petit suisse, famosos para crescer. Isso não é verdade, o açúcar é o único alimento desnecessário para o ser humano. Aí, você comeu a vida inteira esses alimentos, ficou obeso e acha que está assim por conta da sua genética familiar.

A falta de controle também é um dos motivos que levam as pessoas a permanecerem obesos. É aquela velha história: “segunda feira eu começo a dieta” ou “só hoje pode”, e você vai adiando cada vez mais o emagrecimento. Pequenos abusos diários podem se transformar em grandes transtornos alimentares. A sugestão para o controle dessa situação é se perguntar se você realmente precisa daquele alimento? Ou se você realmente precisa comer mais do que já comeu. Reflita, se você se perguntar isso todas as vezes, vai chegar um momento que a comida não vai te dominar e você terá o controle da situação.

Outra coisa muito comum pra quem quer desesperadamente emagrecer e não consegue é o abuso de exercícios físicos ou a diminuição drástica de calorias, achando que isso vai resolver o problema da obesidade do dia para noite. Primeiro, a prática excessiva de exercícios pode causar lesões se não forem feitas de maneira correta. Segundo, o emagrecimento ocorre mais pela dieta do que pelo treinamento físico, é claro que tudo é cálculo matemático, se você ingere menos do que o necessário e gasta mais do que o necessário vai emagrecer sim, mas isso está sendo feita de maneira correta? Quanto menos você come, menos rendimento no treinamento estará tendo, por isso um acompanhamento nutricional é tão necessário neste momento. E outra, emagrecer deve ser um processo gradativo. Tudo o que vai rápido, volta rápido. Importante é manter-se sempre no seu objetivo, devagar e sempre, dando o tempo para seu psicológico entender tudo o que está acontecendo com seu corpo, pois só assim terá uma mudança definitiva de hábito.

Tenha prioridades, ter um corpo bonito para seguir um padrão ou por que outra pessoa da sua família quer que você emagreça não deve ser o motivo pelo qual você busca emagrecer, a saúde tem que sempre vir em primeiro lugar e isso tem que vir de dentro de você. O desejo de melhorar e ter uma vida saudável deve ser a sua prioridade. Buscar fórmulas milagrosas em busca de um corpo perfeito de nada vai adiantar, sinto muito, milagres não acontecem! É preciso força, disciplina, vontade e motivação diária para conseguir emagrecer e isso vem de dentro de cada um. Busque os motivos dentro de você e faça disso a sua força para continuar sempre.

Se fosse fácil emagrecer não tinha tanta gente obesa nesse mundo. Se você realmente quer mudar seu corpo, isso deve ser sua prioridade de uma vida toda. Abra mão das coisas que está te prejudicando e mostre para si mesmo que é capaz de mudar o rumo desta história.

*Elaine Cristina Navarro é pedagoga e tem uma página de motivação ao emagrecimento saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *