Coluna da Elaine: Marmitando no trabalho

O sucesso de qualquer dieta ou reeducação alimentar depende de um bom planejamento alimentar, organização e disciplina. Por isso que organizar as refeições antecipadamente é muito importante para obter sucesso no seu objetivo. Comece escolhendo bem os alimentos. Decida o que vai comer, aproveite as promoções semanais e mãos à obra! Você não precisa comer as mesmas coisas todos os dias.

Embora eu não tenha nenhum problema com isso por estar muito bem adaptada a minha dieta e rotina, eu gosto de ter duas opções para a semana, isso ajuda enganar o cérebro e não te desmotiva na hora de comer a marmita. O ideal é ter uma opção de carboidratos por refeição, que pode variar entre arroz integral, macarrão integral, mandioca, mandioquinha, batata doce e poderão ser usados em forma de purê, escondidinho de frango ou carne, por exemplo!

Não tem como não dar certo. É fácil de fazer e muito gostoso de comer. Da mesma forma, tenha opções fáceis de proteína: patinho moído, peito de frango em cubinhos com tomates e outros temperos (fica molhadinho na marmita), carne de panela, carne desfiada, atum, também são ótimas opções para quem quer praticidade de não gosta de comer aquele bife que mais parece de borracha.

Legumes e vegetais devem estar presentes em todas as refeições, faça eles refogados e no caso das saladas, deixe para temperá-las somente na hora que for comer, principalmente as de folha, para que não murchem e ainda, mantenha-as em um recipiente separado caso aqueça sua refeição em micro-ondas.

Outra ótima opção de salada são as de pote, você utiliza um recipiente de vidro com tampa, no fundo deste recipiente coloca o seu molho ou tempero preferido, em seguida utiliza alimentos mais densos como cenoura, pepino, rabanete e cebola, depois coloca legumes e verduras que não devem ficar em contato direto com o molho, assim como palmito, tomate, milho, ervilha, couve flor e no final utiliza as opções de folhas. Você pode ainda incrementar essa salada maravilhosa com proteína.

Um frango desfiado ou atum cai muito bem nesses potinhos. Mas, lembre-se, estas saladas não devem ser congeladas. Os alimentos crus não devem ser congelados duas vezes. Uma vez descongelados você precisa cozinhá-los, pois eles estragam. Agora depois de cozidos você pode voltar congelá-lo. Todo alimento deve ser descongelado na geladeira, no caso das marmitas, devem ser retiradas do freezer um dia ou 12 horas antes pelo menos e deixar na parte de baixo da geladeira e assim no outro dia poderá ser aquecido no microondas ou ainda, poderá descongelar a marmita no micro-ondas.

Escolha a função descongelar ou diminua a potência 50% e vá pausando o equipamento para virar os alimentos caso seja necessário. E por falar em micro-ondas é muito importante se atentar para a compra dos recipientes que utilizará como marmitas. Você deve escolher o que atenda a sua necessidade, de vidro, de plástico, com divisória. Seja como for, mas no caso das marmitas plásticas não compre as feitas de bisfenol A, também conhecidas como BPA (dioxina), pois estas durante o aquecimento no microondas liberam substâncias que podem afetar o seu organismo.

Além de alterações hormonais, a dioxina está associada a diversas doenças, bem como diabetes, câncer de mama e de próstata. Outra coisa muito importante é a forma como suas marmitas do dia serão transportadas. Eu por exemplo carrego as minhas refeições do dia todo para o trabalho e não tenho uma geladeira próxima disponível para colocá-las quando chego. Desta forma carrego tudo numa bolsa térmica com divisórias que comprei facilmente em um site da internet.

Essas bolsas também são comumente vendidas em casas de artigos para pesca, não custam caro e é uma mão na roda para transportar os alimentos com segurança. Algumas inclusive vêm com placas de gelo para manter fresco por ainda mais tempo os alimentos. Veja como é fácil se programar, você pode fazer suas marmitas no domingo e ganhar tempo durante a semana, além de não sair do foco de forma alguma. Acostume-se a fazer marmitas e simplifique de vez a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *