Colombiano faz golaço e Esportiva empata

A série negativa da Esportiva Itapirense na Segunda Divisão do Campeonato Paulista ainda não acabou. Neste sábado (26), a Vermelhinha empatou em 1 a 1 com o Independente, em partida realizada no estádio Chico Vieira. Este foi o oitavo jogo do clube na competição. Após vencer os quatro primeiros, o clube de Itapira completou quatro rodadas sem vitória. São três empates e uma derrota.

Sem o zagueiro Thawan, dispensado após confusão com o volante Matheus Cocão, o técnico China escalou a equipe no esquema 4-5-1, abdicando o sistema com três defensores. O colombiano Luiz Dario foi escalado na lateral direita e Yamada e Felipe ganharam uma chance no meio-campo. Com Kaique; Dario, Erik Mina, Carabali e Du; Felipe, Léo Braz, Yamada, Ewerton Ceará e Jhonatan; Danilo, o time iniciou o jogo sem o comandante à beira do gramado.

China foi julgado na segunda-feira (21), na Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol. No dia 13 de maio, durante o empate em 1 a 1 com o XV de Jaú, China foi expulso pelo árbitro Kléber Canto dos Santos. De acordo com a súmula, aos 42 minutos da etapa final, após uma marcação de arremesso lateral a favor da Esportiva, China teria atirado uma bola em direção ao atleta Matheus Xavier, do XV. Ainda segundo Santos, após ser expulso, o treinador foi à sua direção e disse “você é muito fraco, veste a camisa do XV”. O técnico foi enquadrado em dois artigos e pegou dois jogos de suspensão.

Com o auxiliar Ricardo Roberto Barbosa no banco de suplentes e China no camarote da Esportiva, a equipe começou o jogo com certo controle, mas, aos poucos passou a ser dominada pelo Independente. O Galo teve grande chance na etapa inicial com o meia Marcinho, mas Kaique fez brilhante defesa ‘cara a cara’. Na etapa final, logo aos 4 minutos, a defesa da Esportiva falhou após escanteio e Diogo só empurrou para as redes.

Com o Galo em vantagem, a Esportiva mexeu. O meia Jhonatan deu lugar ao atacante Wellerson, aos seis minutos. Cinco minutos depois, Kevin Cabezas entrou na vaga do lateral Du. Com Léo Braz recuado para a zaga, o time passou a ter mais peças no campo do adversário e o colombiano Kevin começou a se destacar. O camisa 16 tentava jogadas rápidas e tabelas com Danilo e Wellerson, mas, além de bater com perigo uma falta defendida por Igor, mas nada gerava bons frutos para a Esportiva.

Até que aos 37 minutos, Kevin resolveu decidir sozinho. Dominou muito longe da área e arriscou o chute. A bola fez uma curva impressionante e foi parar no ângulo do goleiro limeirense. Após o empate, a Esportiva não recuou, diferente do que ocorreu na semana anterior, quando foi castigada com um gol no final, da Francana. Apesar da melhora na postura, o segundo gol não saiu o jogo terminou mesmo empatado em 1 a 1. A Esportiva volta a campo no domingo, dia 3 de junho, a partir das 10h00, para encarar o Jaguariúna, em partida que será realizada no estádio Alfredo Chivegatto, em Jaguariúna. No dia anterior, às 17h00, o Independente recebe o Brasilis, em Limeira.

Next Post

Mogi Guaçu participou do Circuito Solidário

dom maio 27 , 2018
A equipe de Mogi Guaçu participou da 63ª etapa do Circuito Solidário de Xadrez, realizado no Centro do Lazer do Trabalhador de Iracemápolis, no final de semana. O evento contou com a participação de 220 enxadristas de cidades de toda a região. Mogi Guaçu, com 35 enxadristas participantes, conquistou o […]