Esportiva tem série decisiva na Bezinha

A Esportiva Itapirense inicia no domingo (3) uma série decisiva na Segunda Divisão do Campeonato Paulista Sub23. A Vermelhinha enfrenta o Jaguariúna, a partir das 10h00, no estádio Alfredo Chiavegato, em Jaguariúna. Este será o primeiro dos três jogos do clube contra equipes que estão na parte baixa da tabela de classificação. Vale destacar que apenas os três primeiros de cada um dos cinco grupos avançam para a segunda fase. O melhor quarto colocado também se classificará. Atualmente, o Elosport, quarto colocado do Grupo 5, é que se juntaria aos 15 classificados.

O Jaguar é o sexto colocado, com seis pontos e está a nove da Esportiva, que fecha a zona de classificação, com 14 pontos. No domingo seguinte, dia 10 de maio, será a vez de enfrentar o Grêmio São-Carlense, a partir das 10h00, no estádio Luisão, em São Carlos. O Grêmio é o lanterna, ainda sem pontos. O Lobão Sorriso até venceu um jogo na competição, mas, devido à utilização irregular de um atleta, perdeu quatro pontos e chegará à 10ª rodada sem chances de classificação.

A série será concluída no dia 16 de junho, quando o Coelho receberá o Brasilis, a partir das 16h00, no estádio Chico Vieira, em Itapira. O time de Águas de Lindóia é o sétimo colocado, com quatro pontos, a 10 da Vermelhinha. Com os rivais praticamente sem chances de classificação, a Esportiva deve encarar as partidas como finais. “Serão jogos muito importantes para nós. Precisamos respeitar os rivais, mas, sabendo que vencer estes três jogos podem ser decisivos para a chegarmos na reta final com a classificação praticamente assegurada”, afirmou o técnico China.

Na rodada anterior, a Esportiva perdeu a oportunidade de se distanciar dos rivais. No estádio Chico Vieira, a equipe empatou em 1 a 1 com o Independente de Limeira. Porém, com uma exibição inferior à do rival, o resultado não pode ser tratado como dos piores. O Galo dominou a maior parte do jogo e abriu o placar aos 4 minutos, com o centroavante Diogo. Com a derrota parcial, a Vermelhinha estava cedendo três pontos para um concorrente direto e vendo a diferença cair de quatro para um ponto. Porém, aos 37 minutos, o colombiano Kevin, que entrou na etapa final, acertou um petardo de fora da área e deixou tudo igual.

O golaço do camisa 16 manteve a distância para o Independente. Como o XV de Jaú perdeu para o Comercial, por 3 a 0, em Ribeirão Preto, a Vermelhinha seguiu no G3, agora três pontos à frente do Galo da Comarca, quarto colocado. A classificação do Grupo 3 ainda conta com o Comercial na liderança, com 20 pontos e a Francana, em plena ascensão, com 16 pontos, agora na vice-liderança. Próximos da Esportiva, os clubes serão rivais na reta final. A Esportiva visita o Comercial na 12ª rodada, recebe o XV de Jaú na 13ª e fecha a primeira fase em Franca, diante da Francana.

A Esportiva está a quatro partidas sem vencer. Empatou com Comercial e XV de Jaú, perdeu para a Francana e voltou a empatar com o Independente. Para acabar com a série negativa, a equipe espera ter, no domingo, a volta do colombiano Neider Batalla, que se recupera de lesão desde a quarta rodada. Os atacantes André Santos e Duvan Caicedo também estão no Departamento Médico e poderão ser confirmados na lista de relacionados apenas após os treinos desta semana.

Já o volante Estevão rompeu os ligamentos do joelho e está fora da competição. Da lista de 26 atletas com idade até 23 anos, a Esportiva já inscreveu 22. A diretoria procura um lateral-direito, um volante, um meia e um centroavante para fechar a relação, que terá o prazo de inscrições encerrada no dia 15 de junho. Caso a equipe passe de fase, quatro nomes poderão ser substituídos e uma troca já é certa, com a reposição da vaga do lesionado Estevão.

Para a partida diante do Jaguariúna, um desfalque é certo. O zagueiro Juan Carabali recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Independente e cumprirá suspensão. No intervalo do jogo com o Galo, China, inclusive, sacou o colombiano e deu oportunidade para Thiago, seu substituto natural, ganhar ritmo de jogo. O defensor é o único suspenso para a partida entre os jogadores. Quem também estará fora por questões disciplinares é o técnico China. Ele foi julgado na segunda-feira (21), na Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol.

No dia 13 de maio, durante o empate em 1 a 1 com o XV de Jaú, China foi expulso pelo árbitro Kléber Canto dos Santos. De acordo com a súmula, aos 42 minutos da etapa final, após uma marcação de arremesso lateral a favor da Esportiva, China teria atirado uma bola em direção ao atleta Matheus Xavier, do XV. Ainda segundo Santos, após ser expulso, o treinador foi à sua direção e disse “você é muito fraco, veste a camisa do XV”. O técnico foi enquadrado em dois artigos e pegou dois jogos de suspensão, tendo cumprido o primeiro contra o Independente. O auxiliar Ricardo Roberto Barbosa é quem ficará mais uma vez à beira do gramado.

Next Post

Guerrero é liberado para jogar a Copa do Mundo

qui maio 31 , 2018
O Peru está em festa. O atacante Paolo Guerrero, ídolo do país e um dos responsáveis por levar a seleção para uma Copa do Mundo após 36 anos, está liberado para disputar o torneio na Rússia. Após o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) divulgar que não iria fazer oposição ao […]