Zinedine Zidane não é mais técnico do Real Madrid

O mundo do futebol foi surpreendido nesta quinta-feira (31) com a notícia de que Zinedine Zidane não é mais técnico do Real Madrid. O francês anunciou a saída do clube após três temporadas, 149 partidas, 104 vitórias e nove títulos, sendo três Liga dos Campeões da UEFA consecutivas. Clube e treinador convocaram uma entrevista coletiva extraordinária nesta quinta. “Tomei a decisão de não seguir no cargo de treinador do Real Madrid. É um momento diferente, mas esta equipe precisa de uma mudança para seguir ganhando, necessita de outro discurso. Outra metodologia de trabalho. Por isso tomei essa decisão”, afirmou Zidane.

Além das três Liga dos Campeões, o técnico faturou dois Mundiais, duas Supercopas Europeias, uma LaLiga e uma Supercopa da Espanha no comando merengue. “Pode ser um até logo, porque o Real Madrid me deu tudo. E vou estar perto desse clube por toda a vida, de toda forma. A decisão para muitos não tem sentido, mas para mim sim, é o momento de mudar, e também para os jogadores”, destacou. Segundo o presidente madridista, Florentino Pérez, que também esteve na entrevista, ele ficou surpreso com a decisão de Zidane. “Depois de ganhar uma copa europeia, é uma decisão inesperada, mas só podemos acatar a decisão e respeitá-la. Me causou um grande impacto quando fiquei sabendo. Gostaria de convencê-lo do contrário, mas sei como ele é”, pontuou.

Os principais jornais da Europa já começam a elencar os possíveis substitutos de Zidane e o nome que surge com mais força é de Mauricio Pocchetino. O treinador do Tottenham renovou recentemente seu contrato com os Spurs até 2023, mas, há uma cláusula, com multa, justamente para uma eventual saída rumo ao Real Madrid. Também há especulações em torno de Guti, ex-jogador e ídolo merengue. Quem também surge nas listas é Arsène Wenger, ex-técnico do Arsenal, que deixou o clube londrino após 22 anos. Os alemães Jürgen Klopp, do Liverpool e Joachim Low, da Seleção da Alemanha, também integram a relação.

O Real, agora, está numa situação de incerteza. Sem seu treinador de longa data, vive também a expectativa por Cristiano Ronaldo, que deu indícios de que pode sair do clube após a final diante do Liverpool. O craque da equipe afirmou que anunciaria sua decisão antes da Copa do Mundo. É possível que os merengues enfrentem a próxima temporada sem seus comandantes, dentro e fora de campo. O futuro de Zidane também é um mistério. Ele afirmou que não está cansado de treinar, mas não revelou o que pretende fazer. “Eu não busco outra equipe. A mensagem é para o elenco, creio que eles receberam, e falei com Sérgio Ramos. Ele, como capitão e como pessoa que jogamos juntos, respeita minha decisão e me desejou sorte. É um plantel que sempre demonstrou que é muito bom. O que vem pela frente não sou eu quem tem que falar”.

Next Post

Balanço da 8ª rodada do Brasileirão

sex jun 1 , 2018
Rodízio na liderança, muitos gols e viradas. A oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro foi uma das mais interessantes até aqui. No total, 24 gols foram marcados em 10 partidas (média de 2,4 por partida). O único 0 x 0 foi registrado em Porto Alegre (RS), onde Grêmio […]