Balanço da 8ª rodada do Brasileirão

Rodízio na liderança, muitos gols e viradas. A oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro foi uma das mais interessantes até aqui. No total, 24 gols foram marcados em 10 partidas (média de 2,4 por partida). O único 0 x 0 foi registrado em Porto Alegre (RS), onde Grêmio e Fluminense criaram muitas chances, mas ninguém marcou. Um duelo entre dois times que entregam muito mais do que se esperava. O Tricolor Gaúcho já atingiu o ápice, em 2017, com a Libertadores. O jovem Tricolor Carioca de Abel Braga ainda é uma incógnita, mas, tem demonstrado atuações seguras no nacional.

A rodada ainda teve três vitórias pelo placar mínimo. O Vasco da Gama, dono da pior defesa entre os chamados 12 grandes em 2018, conseguiu passar um jogo incólume. Bateu o Paraná por 1 a 0 em São Januário, esboçou reação e deixou o adversário cravado na zona de rebaixamento. No Mineirão, o Cruzeiro manteve a boa fase, venceu o Palmeiras por 1 a 0 com gols de Rafael Sóbis e chegou à 7ª posição na tabela, três postos à frente do Verdão, que vive fase instável e tem o trabalho de Roger Machado mais uma vez contestado.

Já na quinta-feira, o Corinthians bateu o América-MG por 1 a 0. O jogo teve baixo nível técnico e o Timão superou a organização do Coelho com mais um gol de Jadson na temporada. Valeu mesmo foi pela primeira vitória de Osmar Loss, o substituto de Carille, que ganha moral para a sequência da temporada após duas derrotas em dois jogos.

Mais três times venceram sem ser vazados. A Chapecoense bateu o Ceará, lanterna ao lado do Paraná e deixou a zona de rebaixamento. A vitória por 2 a 0 registrada pelo Verdão do Oeste na Arena Condá se repetiu mais ao norte, com o triunfo do Atlético-PR sobre um conturbado Santos. Thiago Heleno e Guilherme fizeram os gols que tiraram o Furacão do Z4 e colocaram o Peixe na 18ª posição, dentro da área de descenso. A diretoria garante o treinador ao menos até domingo (3), quando o Santos recebe o Vitória na Vila Belmiro. Caso haja um novo tropeço, mudanças rolarão na comissão técnica santista.

Quem também venceu por 2 a 0 e vive ótima fase é o Flamengo. Engrenando com Maurício Barbieri, o Mengão sofreu, mas bateu o Bahia com gols de Diego e Lucas Paquetá em um Macaranã com mais de 50 mil pessoas. O resultado recolocou o Rubro-negro na liderança, já que o clube havia perdido a posição no dia anterior para o São Paulo. A equipe paulista surge como uma das concorrentes do atual líder e vive fase interessante. Na quarta, o Tricolor foi uma das equipes a virar o jogo para sair com os três pontos. O Botafogo abriu o placar com um golaço de Léo Valencia, mas o trio ‘The END’ voltou a resolver e com gols de Nenê, Diego Souza e Everton, o São Paulo chegou a 16 pontos, ocupando a vice-liderança do campeonato.

O jogo das viradas, porém, aconteceu na Ilha do Retiro. Em boa fase com Claudinei Oliveira, o Leão abriu o placar com Rogério, mas sofreu a virada com Cazares e Ricardo Oliveira marcando para o Galo. Gabriel empatou dois minutos após o Atlético ter tomado a dianteira do jogo e na sequência, Michel Bastos, de pênalti, garantiu o triunfo para o Sport, que chegou à sexta posição, com 14 pontos, a três do líder Flamengo. Mesmo sem virada, o Internacional também venceu com o emoção uma partida no Nordeste. No Barradão, o Colorado abriu vantagem com um golaço de Patrick e outro contra de Aderlan. Wallyson e Aderlan colocaram o Vitória de volta ao jogo, mas Nico López, aos 49 da etapa final, em rápido contra-ataque, decretou a quarta vitória seguida do Inter, agora quinto colocado.

FOTO: AMANDA PEROBELLI/ESTADÃO

Next Post

Warriors vencem o ‘Jogo 1’ na final da NBA

sex jun 1 , 2018
O Golden State Warriors largou em vantagem na briga com o Cleveland Cavaliers pelo título da temporada 2017/2018 da NBA. A franquia californiana venceu por 124 a 114, na prorrogação. Mas, por muito pouco, o cenário não era o inverso. Os Cavs tiveram a bola (ou as bolas) do jogo […]