Os campeões do Interno da Escola do SPFC

Mais uma vez, a palavra sucesso ditou a história do Campeonato Interno da Unidade de Mogi Mirim da Escola Oficial do São Paulo. No total, 154 alunos disputaram as 64 partidas realizadas entre x de maio e 17 de junho. Uma competição que integrou categorias, atletas, familiares e profissionais que prestam serviço na escola.

Antes de contar a história da reta final da competição, é importante pontuar que o Interno chegou em 2018 à sua 11ª edição. A cada temporada, a escola determina um tema especial e, em ano de Copa do Mundo, o maior campeonato de futebol do planeta não poderia ser ignorado. O Mundial da Rússia foi o mote central, com 16 equipes divididas em faixas etárias que espelharam quatro dos oito grupos da Copa.

O Grupo A integrou os alunos do sub14, o Grupo B os do sub12, o Grupo C os do sub10 e o Grupo D os do sub8. Cada equipe carregou a sua seleção no nome e nas camisas especialmente confeccionadas para o Interno. Após a conclusão da primeira fase no dia 9 de junho, as semifinais foram realizadas no último dia 10. No Grupo A, a Suíça venceu a Costa Rica por 5 a 2 e avançou para duelar com o Brasil, que bateu a Sérvia por 3 a 2.

O encontro entre Alemanha e Suécia, no Grupo B, foi o único que teve o resultado decidido nos pênaltis. Após o empate em 2 a 2 no tempo normal, a Alemanha ganhou por 3 a 2 nas penalidades. Na outra chave, a Coréia do Sul venceu o México por 4 a 2 e também seguiu viva na luta pela taça. No Grupo C, Portugal fez 3 a 0 sobre o Marrocos, enquanto a Espanha ganhou do Irã por 4 a 2. Para fechar, no Grupo D, o Egito venceu o Uruguai por 4 a 2 e se qualificou para enfrentar a Rússia, que fez 3 a 0 sobre a Arábia Saudita.

A grande festa de encerramento aconteceu então no dia 17 de junho. No domingo da estreia do Brasil na Copa, a Escola planejou ter o Interno como parte de um dia sempre especial para os brasileiros. E foi assim para cada criança que entrou em campo e para os familiares e amigos, que acompanharam os jogos na unidade.

O Grupo A terminou com o Egito campeão ao bater a Rússia por 1 a 0. Na decisão pelo terceiro lugar, o Uruguai fez 2 a 0 sobre a Arábia. O melhor goleiro da chave foi Gabriel Augusto Chichem, que defendeu a Rússia. Já a artilharia foi compartilhada por dois jogadores. Igor Rafael Leite Divino, da Arábia e Felipe do Prado Souza, do Uruguai, marcaram 7 gols cada. A organização ainda elegeu Michel Henrique Cândido da Silva, do Uruguai, como destaque e Gilson Fraga de Jesus, da Arábia, ganhou o prêmio de fair play.

A Espanha foi a campeã no Grupo B ao vencer Portugal por 4 a 2 na decisão. Na luta pelo terceiro lugar, o Marrocos bateu o Irã por 4 a 3 nos pênaltis após empate em 1 a 1 no tempo normal. Artur Bernardino Fonseca foi o goleador máximo do grupo, com 8 gols marcados. Também da Espanha, Gabriel Zibordi recebeu o troféu fair play, enquanto João Otávio Franco Faria, do Marrocos, foi eleito o melhor goleiro. O destaque da competição foi João Pedro de Oliveira Coloço, do Marrocos.

No Grupo C, a taça de campeã ficou com a Alemanha. Na final, os germânicos venceram a Coréia do Sul por 3 a 2 nas penalidades. No tempo normal, empate sem gols. No jogo pelo terceiro lugar, a Suécia fez 2 a 1 sobre o México na disputa por pênaltis. Além do título, a Alemanha ainda teve eleito o destaque, Guilherme Godinho e o troféu fair play ficou com Isabel Magalhães. O artilheiro foi Luís Otávio de Oliveira, da Suécia, com 9 gols e Gabriel Cardoso de Oliveira, também da Suécia, foi o melhor goleiro.

Já no Grupo D, a Suíça conquistou o título ao vencer o Brasil. Após empate em 0 a 0 no tempo normal, os ‘suíços’ fizeram 2 a 1 nos pênaltis. A Sérvia também precisou das penalidades após empatar em 5 a 5 com a Costa Rica. O time fez 3 a 2 e ficou com o terceiro lugar. A artilharia ficou dividida entre Gustavo Nascimento di Martini, da Costa Rica e Márcio Vinicius do Prado Santos, da Sérvia, ambos com 13 gols anotados na competição. Murilo de Souza Marques, do Brasil, foi escolhido como destaque o troféu fair play ficou com Lucas Henrique Toledo Pastre, da Suíça.

Next Post

Brasília abre 5 pontos de vantagem na Segundona

ter jun 26 , 2018
O último domingo, 24, foi de rodada na Segunda Divisão do Campeonato Municipal de Mogi Guaçu e quem terminou o final de semana para lá de satisfeito foi o Jardim Brasília. O time abriu cinco pontos de vantagem sobre o LRC e está na liderança. Jogando no Furno, o Valência […]