Coluna da Elaine: A famosa Dieta Dukan

Dukan é uma dieta dividida em quatro fases, que segundo o Dr. Pierre Dukan, autor dela, permite um grande emagrecimento já na primeira semana. O tempo de duração da dieta vai variar de acordo com a quantidade de peso que cada pessoa quer emagrecer. Dr Pierre Dukan é autor de vários livros sobre o assunto e atualmente existem vários sites especializados nesta dieta, que vendem materiais para leitura, livros de receita e até alimentos que seriam “permitidos” em cada fase.

A dieta Dukan é uma forma de emagrecimento rápido, mas talvez não mude hábitos alimentares, pois cada fase restringe um grupo alimentar, o que é bem diferente da reeducação alimentar que permite que o indivíduo se alimente de todos os grupos de forma moderada. Apesar de ser uma dieta muito utilizada, ela é amada por uns e odiada por outros. Pois quando há muita restrição de alimentos, quando voltamos aos nossos hábitos normais é possível que recupere todo o peso perdido em pouco tempo. Por isso o ideal é não fazer qualquer tipo de restrição sem acompanhamento nutricional.

Como eu disse anteriormente a Dukan consiste em quatro fases chamadas de: Ataque, Cruzeiro, Consolidação e Estabilização. As duas primeiras são as de emagrecimento e as duas últimas seriam de manutenção de peso. A fase de Ataque é uma ação rápida de perda de peso, pois restringe a maioria dos grupos alimentares, liberando praticamente sem restrição as proteínas. Esta fase dura entre um e sete dias, calculados pela quantidade de peso que deseja emagrecer, quanto mais peso desejado, maior será a fase do ataque. Esses cálculos dos dias da fase geralmente são feitos em calculadoras na internet. Estima-se que nesta fase é possível emagrecer até cinco quilos.

A fase do Cruzeiro acrescenta-se os legumes e verduras às proteínas. Nesta fase a perda de peso já é moderada, cerca de um quilo por semana, até que a pessoa atinja o peso ideal. Na terceira fase que é a Consolidação incluem-se frutas, queijos e carboidratos e ainda o conceito de Refeição de Gala, que seria uma refeição livre. Esta fase dura dez dias multiplicados pela quantidade de quilo emagrecido. Se a pessoa emagreceu quinze quilos, por exemplo, multiplica-se por dez e a Fase da Consolidação durará cento e 50 dias. Essa fase visa impedir o efeito sanfona, fazer com que o corpo consolide o peso que a pessoa emagreceu.

Na Fase da Estabilização a alimentação é livre, já não há grandes restrições como no início da dieta, no entanto, os adeptos costumam adotar algumas medidas que são seguidas por prazo indeterminado que são comer apenas proteínas às quintas feiras, comer três colheres de sopa de farelo de aveia por dia e realizar pelo menos vinte minutos de exercícios físicos diariamente.

Na dieta é imprescindível que se beba no mínimo um litro e meio de água em todas as fases, porque a degradação das proteínas geram produtos residuais como o ácido úrico, é muito importante o consumo da água para que os rins trabalhem e eliminem as toxinas do corpo. É permitido ainda o consumo dos chás de maneira geral, do café e chá verde, mas sem a utilização do açúcar. Bebidas alcoólicas, sucos de frutas ou bebidas gasosas não dietéticas não são permitidas.

A dieta Dukan costuma trazer alguns desconfortos aos adeptos. Na ausência dos carboidratos o corpo passa a queimar a gordura como sua principal fonte energética, o que gera substâncias chamadas cetonas, que costumam provocar mau hálito e boca seca. Cansaço, tontura, fraqueza, náusea e até insônia são alguns dos colaterais que também poderão ser sentidos. Constipação também pode ser uma conseqüência da restrição de carboidratos, por isso incluem-se o farelo de aveia, que é uma boa fonte de fibras.

Os pontos positivos da Dukan: Perda rápida de peso, regras para se alimentar, não é preciso contar calorias ou pesar alimentos, restrição de alimentos processados, sal, açúcares, gorduras e álcool. Já os pontos negativos são: Falta de flexibilidade da dieta, limitação de alimentos das fases de Ataque e de Cruzeiro, cansaço, fome, letargia e o alto custo da proteína. Bem, aqui está tudo o que precisa saber sobre essa famosa dieta, mas vale lembrar que nada substitui uma boa avaliação médica ou nutricional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *