Lesões atrapalham plano tricolor com R. Caio

Desde o começo do ano, a expectativa da diretoria do São Paulo para a janela de transferências do meio da temporada era vender Cueva e Rodrigo Caio. O peruano disputou a Copa do Mundo pelo Peru e foi vendido ao russo Krasnodar por cerca de R$ 36 milhões. Mas o zagueiro está machucado. Rodrigo Caio chegou a estar na lista de suplentes da seleção brasileira para a Copa do Mundo, mas não foi convocado para o Mundial. E, logo na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, em jogo contra o Ceará (0 a 0), teve problema no pé esquerdo e teve de passar por cirurgia. O jogador e a diretoria do Tricolor sabem que a lesão atrapalhou os planos de saída de Rodrigo Caio para Europa – ele chegou a declarar que estava “chegando a hora de sair”. Mesmo assim, as duas partes ainda vivem a expectativa de uma proposta nessa janela de transferências.
Em fase de transição dentre o departamento médico e o gramado, Rodrigo Caio, que se recupera bem de cirurgia no pé esquerdo, perdeu espaço no time neste período que ficou ausente. Os três zagueiros à disposição (Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves) estão muito bem. Formado nas categorias de base do Tricolor, Rodrigo Caio está em sua oitava temporada seguida no time profissional. Já esteve perto de sair algumas vezes, mas as negociações não deram certo (o Valencia desistiu, e o Atlético de Madrid não deu prosseguimento às conversas após exames).
Recentemente, ele recusou proposta da Real Sociedad, também da Espanha, pelo projeto da Copa do Mundo, que não se concretizou. Agora, a tendência é que o zagueiro veja com bons olhos uma transferência para um time de menor expressão. Seu contrato no Tricolor vai até 2021.
CRÉDITO DA FOTO: RUBENS CHIRI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *