Santos confirma retorno de Cuca ao comando técnico

O Santos anunciou nesta segunda-feira (30) o seu novo técnico. Cuca foi confirmado como comandante da equipe, em anúncio oficial publicado nas redes sociais do Peixe. Cuca estava sem clube desde outubro do ano passado, quando foi demitido do Palmeiras. Será a segunda passagem de Cuca pelo Santos como treinador. Ele jogou no clube em 1993 (era meio-campista). Ele substituirá Jair Ventura, demitido na semana passada.

“Feliz com o acerto com o Santos após um ano sem trabalhar para poder resolver questões pessoais. Estou renovado e motivado por assumir este grande desafio. Muito feliz e muito confiante. Amanhã estarei aí”, afirmou o treinador ao Globoesporte.com. O executivo de futebol, Ricardo Gomes, fez o anúncio da contratação de Cuca. O contrato vai até o fim do ano que vem. “Estamos aqui (para anunciar) um acordo com o Cuca. Isso foi uma boa escolha para o clube, para o Cuca. A expectativa é tê-lo já no treino de amanhã (terça) e no jogo da quarta-feira (contra o Cruzeiro). O contrato é válido até dezembro de 2019”, disse Ricardo Gomes, em entrevista coletiva.

“Começamos a negociação hoje pela manhã. Depois de duas ou três horas de negociação, chegamos a um consenso (…) É um treinador competente, com experiência, com títulos. É ofensivo. Reúne todas essas qualidades para o nosso trabalho”, completou. O time está num momento decisivo da temporada: pega o Cruzeiro pelas quartas de final da Copa do Brasil na quarta-feira, luta para se afastar da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e tem, em agosto, os dois duelos contra o Independiente, da Argentina, pelas oitavas de final da Libertadores.

Desde a semana passada, o executivo de futebol tinha um acordo verbal com Zé Ricardo, mas a pressão interna contra o ex-técnico de Flamengo e Vasco pesou contra sua contratação. O vice Orlando Rollo e o presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Teixeira, preferiam Vanderlei Luxemburgo. Dorival Júnior era outro bem cotado. O colombiano Juan Carlos Osorio foi cogitado, mas descartado por ser muito caro e por estar estudando outras propostas no mercado internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *