Mirlene é 3ª colocada em prova de subida de montanha

 

Mais uma vez ela subiu ao pódio. Mirlene Picin foi a terceira colocada na corrida de subida de montanha de Oroel, a tradicional prova de Jaca, região dos Pirineus Aragoneses, na Espanha. Os 10k montanha acima exigem muita resistência e controle de respiração. A atleta cumpriu o trajeto em uma hora e doze minutos cravados. As duas primeiras colocadas foram corredoras locais.

A competição contou com a participação de  300 atletas. Os cinco primeiros homens e mulheres reeberam premiação em dinheiro.  A disputa aconteceu no domingo (12), e contou com a presença de alguns dos principais concorrentes do cenário europeu de corridas 10k.

Sobre sua performance ela ressalta” Cada vez mais satisfeita com meus resultados em provas de montanha que tenham um perfil de subida. Estou bem cansada pelo período de treinamento que estou. Está prova não estava nos meus planos, e venho de 3/4 semanas bem duras de treinamento com foco nas provas de esqui cross country de setembro próximo.”

“O nível competitivo aqui na Espanha, principalmente nas provas dessa região dos Pré- Pirineus é bem alto. Na prova de hoje, 8 mulheres brigaram o tempo todo pelo podium. A quarta colocada por exemplo, era atleta da equipe espanhola de atletismo e tem maratona para 2 horas e 35 minutos, o que é um excelente tempo no feminino. Cultura de corrida de montanha aqui é muito forte, com muitas provas e muitos competidores. Sem sobra de dúvidas a Espanha é o maior mercado dessa modalidade que continua em crescimento.”

Mirlene está treinando e competindo na Espanha desde a segunda semana de maio de 2018. Até o momento, competiu em 5 eventos e subiu ao podium em 4 oportunidades. Foram duas vitórias (Kilometro Vertical Dobrado de Colloarada com quebra de record e 21km Tozal de Guara), e 2 terceiras colocações (21km de Traschinepro e Subida Oroel 10km). E no final de maio passado, Mirlene Picin se tornou a primeira brasileira entre homens e mulheres a competir em uma etapa da Copa do Mundo de Kilometro Vertical, em Zegama, País Basco. Na sua estreia nessa modalidade, a mogimiriana foi 19 colocada entre 36 atletas de 8 diferentes países.

 

Podium Verde Visáfertil

Com as 15 mudas adicionadas com essa terceira colocação, o projeto de reflorestamento soma até o momento 190 árvores neste ano de 2018.

Em 2015 foram plantadas 380 mudas. Em 2016, 290. 2017, 320.

O projeto mantido pela Empresa de Fertilizantes Orgânicos Visáfertil e Ulisses Girard, patrocinadores da atleta, além das árvores, promove ações como distribuição de mudas e sementes gratuitas e palestras sobre a conscientização ambiental.As mudas são plantadas no município de Benedito Novo, SC, onde Ulisses Girardi mantém uma área de preservação.

Patrocinio: Visafértil Fermac, Cargo, Nanobr Nanotecnologia. Apoio Murilhas Comunicação Hospital 22 de Outubro Bonés Skiroll; Parceria: Sejel – Mogi Mirim;  Studio Zentro – Huesca.

Next Post

Vila Izaura recebe a abertura da Copa Itapira de Bocha

ter ago 14 , 2018
  A Secretaria de Esportes e Lazer programou para segunda-feira ( 20),  na cancha da Vila Izaura, às 19h30, a abertura da versão 2018 da Copa Itapira de Bocha, que terá como patrono João Vítor da Silva. O esportista será homenageado com um Cartão de Prata, momentos antes da partida […]