Dívida trava volta do Atlético Guaçuano

O sonho do torcedor do Clube Atlético Guaçuano de rever o clube em uma competição profissional está cada vez mais distante. No começo de novembro, Israel Lanza, atual presidente, e Leonardo Serrano, sócio-proprietário da ASB Brasil (Academia Spal Brasil), parceira do clube, estiveram na sede da Federação Paulista de Futebol.

O objetivo do encontro era compreender as necessidades do Mandi para retomar o futebol em 2019. Lanza e Serrano estiveram nos departamento de infra-estrutura e filiação e receberam sinal negativo da entidade. “Por pendência de alguns documentos, não conseguimos obter informações detalhadas. Porém, a dívida existe e é praticamente impossível que o profissional dispute em 2019”, afirmou Serrano ao GRANDE JOGADA.

Em relação à dívida, Serrano afirmou não ter tido acesso aos números e que está curioso para saber se é, como imagina, algo ‘pagável’. “Não puderam nos passar (o valor) por pendência de documentos. Então teremos que resolver um, para resolver o outro. Em todo caso, meu medo era do Guaçuano perder a filiação, mas isso está sob controle e de maneira solucionável”, destacou.

O empresário afirmou que os documentos estão sendo providenciados pelo presidente e que após isso haverá uma reunião com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos. Além disso, foram informados de que o Conselho Arbitral da Segunda Divisão será em fevereiro e que o Guaçuano precisaria estar até lá com todos os laudos providenciados para o estádio Alexandre Augusto Camacho. Os laudos são de engenharia civil, vigilância sanitária, da Policia Militar e o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

“Sendo realista, para apresentar um trabalho aceitável, não dá tempo”, afirmou Serrano.  O empresário frisou que na reunião com o presidente da Federação, o Mandi vai tentar levantar possibilidades de exceções para que possa haver um planejamento para 2019 e apresentar à cidade um trabalho preparatório. Vale lembrar que, em 2017, mesmo sem divisão profissional, a Federação abriu exceção para a Esportiva Itapirense jogar a 2ª Divisão do Sub20 e o clube foi campeão do torneio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *