Conrado e o sonho com a medalha olímpica

Conrado Coradi Lino é um dos grandes nomes do esporte mogimiriano na atualidade. Nascido em Lisboa, durante estadia profissionais dos pais por Portugal, o atleta treina na academia da Free Play desde os dois anos. Uma vida dedicada à natação. Hoje, aos 24 anos, ele está cada vez mais moldado a alcançar um sonho de criança.

“Eu sempre quis ir a uma Olímpiada. Quando era criança, não importava a modalidade. Eu tinha esse sonho”. Ainda pequeno, deixou Mogi Mirim e morou em Jacutinga (MG). Retornou à cidade com 13 anos e retomou a vida na natação, a modalidade que o acolheu. “Sempre fui ruim em tudo, mas muito insistente. Eu sempre me dediquei até conseguir executar. Podia ser jogando bolinha de gude ou nadando”.

Obstinado, alcançou números inéditos para natação de Mogi Mirim. Na quarta-feira (19), já garantiu um quinto lugar do Brasil no Open de Natação, que termina nesta sexta, em Porto Alegre (RS). Resultado obtido após a entrevista, provando ser impossível manter atualizadas por muito tempo as estatísticas do nadador. Certo é que, durante 2018, chegou à 10ª posição no ranking mundial nos 100 metros nado medley, que nem é a sua especialidade.

Com tantas conquistas em nível regional e estadual, Conrado quer mais. Medalhas em Brasileiros Absolutos e, lógico a Olímpiada. Porém, agora com algo mais. “Não quero só ir, quero ganhar uma medalha. E vou batalhar muito por isso”. Mesmo com propostas clubes de tradição na modalidade. Conrado aposta na relação de décadas com seu grande mentor. “Confio no Ricardo (Martiniano) e no nosso projeto. Estamos neste ciclo olímpico para colocar Mogi Mirim no alto. E vamos lutar”.

Next Post

Melquisedeque Ribeiro: “o esporte me salvou”

seg dez 24 , 2018
Quem abre os jornais ou sites de notícia da região que veiculam informações sobre esporte já deve ter ouvido falar de Melquisedeque Ribeiro. O itapirense de 23 anos tem vencido de forma recorrente corridas pedestres nas cidades da região. Em Itapira, sua cidade natal, vence praticamente todas as que disputa. […]