Danilo Lima: O homem-gol do Coelho

“Como ele me faz lembrar o França”. Durante uma das partidas de Danilo Lima no estádio Chico Vieira, em Itapira, um torcedor faz menção ao ex-atacante do São Paulo para definir o centroavante da Vermelhinha. Bom posicionamento na área, giro rápido para qualquer uma das pernas, pivô bem feito e outras qualidades que o transformaram no maior artilheiro da história das categorias de base da Esportiva Itapirense.

Danilo Lima chegou ao clube através da AIRC Sports, que já conhecia o talento do jogador dos tempos em que atuava na várzea. Chegou a se destacar no sub15 do São Caetano e a defender o Juventus no sub17, porém, foi no sub20 da Esportiva, que o centroavante chamou a atenção. Em três temporadas (sendo apenas uma completa), marcou 28 gols. A estreia ocorreu no dia 4 de junho, contra o São Bento, pela Primeira Divisão do Paulista Sub20. Na competição já mostrou seu cartão de visitas e anotou seis tentos pelo clube.

Em 2017, o ano de grande brilho. Titular absoluto do ataque vermelho, marcou 15 gols em 17 partidas pela Segunda Divisão Sub20, sendo o grande expoente do time campeão do ano passado. Terminou como artilheiro máximo do torneio e chegou credenciado para a Copinha de 2018. Em quatro partidas, marcou em três e chamou a atenção do Avaí. No clube catarinense, porém, as oportunidades não surgiram e o atacante logo retornou a Itapira. “Aqui eu me sinto em casa, adorei a cidade”, afirmou.

Danilo marcou sete gols em seu terceiro ano de clube e, mais uma vez, ganhou o estadual sub20. Com contrato até 3 de maio de 2020, o jogador ainda não tem certeza da permanência. Até porque, não poderá mais marcar gols na base do clube. Nascido em 1998, não tem mais idade para a Copinha e para o sub20. Será uma das baixas mais sentidas pelo clube em que se tornou o grande ‘Homem-Gol’.