Free Play: Melhores marcas da vida no Juvenil

A Free Play/Sejel teve mais uma participação destacada em uma competição nacional. Entre os dias 12 e 15 de dezembro, a equipe mogimiriana disputou o Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação de Verão. A delegação contou com Gustavo Francatto Silva, Caio Francatto Laudares, Breno Baumann Poli e Sílvio Rafael Silva e o grande destaque foi a evolução dos atletas, que cravaram os melhores tempos da vida durante o Brasileiro.

Integrante da categoria Juvenil 2, Gustavo foi o 12º colocado nos 1.500 metros livres e garantiu cinco pontos para a equipe na classificação geral. O resultado foi alcançado com 17min05seg61, pulverizando sua melhor marca anterior, que era de 17min43seg94. Ele ainda foi o 22º colocado nos 400 metros nado livre, com o tempo de 4min19seg33 (superando os 4min28seg89 anteriores) e o 18º nos 800 metros livres, com a marca de 9min01seg47, baixando em quase 20 segundos sua antiga melhor marca, que era de 9min21seg04.

Na Juvenil 1, Caio também obteve uma 12ª posição, garantindo mais cinco pontos para a equipe, nos 200 metros nado costas. Ele fechou o percurso em 2min18seg76, superando sua marca anterior, que era de 2min22seg54. Com o 15º lugar nos 400 medley, Caio ainda assegurou mais dois pontos, ao fechar a prova em 4min59seg95, também baixando seu tempo, que era de 5min05seg54. Nos 200 metros peito, ele foi o 19º colocado e nos 200 medley, ficou com a 20ª posição, também melhorando as suas melhores marcas.

Breno conquistou mais dois pontos com a 15ª posição nos 50 metros livres. O nadador obteve a marca de 25seg26. Breno ainda foi o 18º nos 100 livres, o 19º nos 100 borboleta e o 31º nos 200 livres. A equipe ainda participou de três revezamentos, em que Gustavo, Caio e Breno tiveram a companhia de Sílvio. Nos 4×200 metros livres, a Free Play ficou com a 18ª posição ao cravar o tempo de 8min30seg49, prova que também teve o tempo reduzido, já que a melhor marca anterior era de 8min47seg37.

Nos 4×100 metros medley, os atletas fecharam na 19ª colocação, com a marca de 4min17seg69, quase cinco segundos mais rápida que o tempo anterior, que era de 4min23seg12.  Já nos 4×100 livres, a equipe foi a 21ª colocada, com 3min51seg54, também baixando a marca, que era de 3min55seg19.