A Esportiva Itapirense ao estilo de Luís Muller

A Esportiva Itapirense disputará o quarto nível do futebol de São Paulo pela sétima vez em sua história. No ano em que celebrará 50 anos da conquista mais importante da sua trajetória, a Vermelhinha busca o retorno à Série A3. De acordo com o gestor, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, da AIRC Sports, o pensamento é ser campeão. “Quem está aqui não tem que pensar nem em vice. Temos que ir pelo título”.

As palavras foram ditas em meio à apresentação do técnico Luís Muller, que será o responsável pela busca pelo acesso. O treinador frisou que espera ter uma base de ao menos 20 atletas definida até o final deste mês. Em relação à competição, ressaltou a experiência com o acesso obtido no Atibaia, em 2014. E mesmo reconhecendo a fama que a competição tem de um futebol mais vistoso, quer mesmo uma equipe moderna, com intensidade e  velocidade na transição dos setores. “É assim que eu penso futebol e seguirei esta linha aqui”, enfatizou.

Revelado nas categorias de base do São Paulo, no fim da década de 1970, Luís Muller fez 27 jogos com a camisa são-paulina e marcou um gol. Depois, envergou escudos como do Santos, Portuguesa e do Sport, mas, teve o auge da carreira no Bragantino, em que foi vice-campeão brasileiro.

Auxiliar técnico de Roberto Fernandes, atual comandante do CRB-AL, Luiz Muller começou a carreira de técnico em 2007, pelo ECUS, de Suzano. Depois, treinou o sub20 da Portuguesa e, em 2010, foi campeão cearense com o Fortaleza. A passagem mais marcante foi com o Atibaia, onde não apenas conquistou o acesso, em 2014, como chegou a trabalhar ao lado dos atuais gestores da Esportiva.

Em Itapira, Luís Muller será auxiliado por Valter Santos, que também comandará o time sub20. Cristiano Vieira (preparador físico), Luiz Guanabara (preparador de goleiros), Fernando Muniz (fisioterapeuta) e Manteiga (massagista) completam a lista da comissão técnica. A Vermelhinha estreia na Bezinha no sábado, dia 6 de abril, às 15h00, contra o União Barbarense.

O duelo será no estádio Chico Vieira, em Itapira. Mesmo com o desejo de mandar as partidas nas sextas às 19h00, a diretoria promoveu uma enquete em seu Facebook e o horário das 15h00, aos sábados, foi o mais votado. “Vamos seguir a escolha dos torcedores nas rede sociais”, afirmou o gerente de futebol Júlio Néris. A Vermelhinha está no Grupo 3, ao lado ainda de Independente de Limeira, Rio Branco, Brasilis, Jaguariúna e XV de Jaú. Os quatro melhores avançam para a segunda fase.

Next Post

Red Bull e Planalto decidem a Copa de Futsal

qua fev 27 , 2019
O vencedor da Copa Municipal de Futsal de Mogi Mirim será conhecido nesta quinta-feira (28). A partir das 19h30, acontece a cerimônia de encerramento da competição, que teve como patrono em 2019, Ronaldo Guerreiro Franco. A decisão será entre Red Bull e Planalto Futsal e o palco do duelo será […]