XV aplica ‘Lei do Ex’ e bate a Esportiva em Jaú

Compartilha!!!

Se há algo que funciona no Brasil é a ‘Lei do Ex’. Criada pelos amantes do futebol, a ‘legislação’ trata de gols marcados por um jogador diante de um antigo clube. Neste domingo, dia 9 de junho, a Esportiva Itapirense foi vítima desta máxima. Pela 11ª rodada da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, a Vermelhinha perdeu por 2 a 1 para o XV de Jaú. O jogo aconteceu no estádio Zezinho Magalhães, em Jaú.

Após um primeiro tempo equilibrado, mas, com boas chances da Esportiva, o Galo da Comarca abriu o placar aos 2 minutos da etapa final graças ao colombiano Neider Batalla. Artilheiro da Esportiva na temporada passada, com 5 gols, o atacante colocou o XV em vantagem e mostrou que a ‘Lei do Ex’ funciona. O time de Jaú ainda contava com o lateral/meia Cafu e o técnico China, que também passaram pelo Coelho em 2018. O clube hoje é gerenciado pela Head Soccer, ex-parceira da Vermelhinha.

Mesmo com o gol sofrido, a Esportiva não se abateu. Logo aos 6 minutos, a Vermelhinha empatou. Após ótima defesa de Rodrigo, Danilo Lima aproveitou o rebote e, livre, marcou seu terceiro gol na competição. O jogo seguiu equilibrado. A Esportiva criou boas chances, mas parou em boas intervenções de Rodrigo. Aos 33, veio o gol do XV. Após escanteio, Carlos Magno cabeceou no canto, sem chances para Kinzel. O XV passou a explorar os espaços da Esportiva, que chegou a arriscar uma mudança no cenário com as entradas de Lucão, Alan Júnior e Rocha, mas, a vitória foi mesmo quinzista.

A rodada também teve a vitória do União Barbarense por 2 a 1 sobre o Jaguariúna, em Santa Bárbara d’Oeste, no sábado, 8 e o triunfo do Rio Branco por 1 a 0 sobre o Brasilis, em Águas de Lindoia, neste domingo, 9. Com os resultados, o Rio Branco segue na liderança, com 23 pontos. O XV foi a 20 e se juntou ao Tigre como os já classificados do Grupo 5. Ainda restam duas vagas e três clubes na briga. A Esportiva se manteve na terceira posição, com 15 pontos, já que o Independente folgou na rodada. O Coelho, porém, tem agora um jogo a mais que o time de Limeira, que tem 13 pontos.

Em dois jogos, contra Rio Branco, em Americana e Independente, em Itapira, a Esportiva precisa de uma vitória para garantir definitivamente a qualificação para a segunda fase. O Barbarense, com 8 pontos, é o único que ainda pode tirar a vaga de Esportiva ou Independente. O Leão da 13 ainda faz três jogos, pode somar mais nove pontos e ir a 17. Caso o União perca um dos seus três jogos, a Esportiva se classifica mesmo perdendo seus dois últimos duelos. O clube barbarense enfrenta Independente (fora), XV de Jaú (fora) e Brasilis (casa). Jaguariúna e Brasilis, com seis pontos cada, chegam no máximo a 12 e, por isso, já estão eliminados.

CRÉDITO DA IMAGEM: FACEBOOK DO XV DE JAÚ

Post Author: Lucas Valério

Avatar