XV aplica ‘Lei do Ex’ e bate a Esportiva em Jaú

Se há algo que funciona no Brasil é a ‘Lei do Ex’. Criada pelos amantes do futebol, a ‘legislação’ trata de gols marcados por um jogador diante de um antigo clube. Neste domingo, dia 9 de junho, a Esportiva Itapirense foi vítima desta máxima. Pela 11ª rodada da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, a Vermelhinha perdeu por 2 a 1 para o XV de Jaú. O jogo aconteceu no estádio Zezinho Magalhães, em Jaú.

Após um primeiro tempo equilibrado, mas, com boas chances da Esportiva, o Galo da Comarca abriu o placar aos 2 minutos da etapa final graças ao colombiano Neider Batalla. Artilheiro da Esportiva na temporada passada, com 5 gols, o atacante colocou o XV em vantagem e mostrou que a ‘Lei do Ex’ funciona. O time de Jaú ainda contava com o lateral/meia Cafu e o técnico China, que também passaram pelo Coelho em 2018. O clube hoje é gerenciado pela Head Soccer, ex-parceira da Vermelhinha.

Mesmo com o gol sofrido, a Esportiva não se abateu. Logo aos 6 minutos, a Vermelhinha empatou. Após ótima defesa de Rodrigo, Danilo Lima aproveitou o rebote e, livre, marcou seu terceiro gol na competição. O jogo seguiu equilibrado. A Esportiva criou boas chances, mas parou em boas intervenções de Rodrigo. Aos 33, veio o gol do XV. Após escanteio, Carlos Magno cabeceou no canto, sem chances para Kinzel. O XV passou a explorar os espaços da Esportiva, que chegou a arriscar uma mudança no cenário com as entradas de Lucão, Alan Júnior e Rocha, mas, a vitória foi mesmo quinzista.

A rodada também teve a vitória do União Barbarense por 2 a 1 sobre o Jaguariúna, em Santa Bárbara d’Oeste, no sábado, 8 e o triunfo do Rio Branco por 1 a 0 sobre o Brasilis, em Águas de Lindoia, neste domingo, 9. Com os resultados, o Rio Branco segue na liderança, com 23 pontos. O XV foi a 20 e se juntou ao Tigre como os já classificados do Grupo 5. Ainda restam duas vagas e três clubes na briga. A Esportiva se manteve na terceira posição, com 15 pontos, já que o Independente folgou na rodada. O Coelho, porém, tem agora um jogo a mais que o time de Limeira, que tem 13 pontos.

Em dois jogos, contra Rio Branco, em Americana e Independente, em Itapira, a Esportiva precisa de uma vitória para garantir definitivamente a qualificação para a segunda fase. O Barbarense, com 8 pontos, é o único que ainda pode tirar a vaga de Esportiva ou Independente. O Leão da 13 ainda faz três jogos, pode somar mais nove pontos e ir a 17. Caso o União perca um dos seus três jogos, a Esportiva se classifica mesmo perdendo seus dois últimos duelos. O clube barbarense enfrenta Independente (fora), XV de Jaú (fora) e Brasilis (casa). Jaguariúna e Brasilis, com seis pontos cada, chegam no máximo a 12 e, por isso, já estão eliminados.

CRÉDITO DA IMAGEM: FACEBOOK DO XV DE JAÚ

Next Post

Itaqui e Brais seguem no topo da 1ª Divisão

ter jun 11 , 2019
A quinta rodada da 1ª Divisão do Campeonato Municipal de Futebol Amador de Mogi Guaçu foi movimentada. Em cinco partidas, 25 gols marcados, uma média exata de cinco gols por jogo. Ao final, os líderes se mantiveram com 100% de aproveitamento e no topo da classificação, encaminhando ainda mais a […]