Na reta final, a matemática da Copa Itapira de Futsal

Seguindo o último Boletim Oficial publicado pela Secretaria de Esporte e Lazer (Sel) de Itapira, é possível analisar a situação matemática das chaves da Copa Itapira de Futsal. Já tem duas equipes com não apenas classificadas, como também com as posições definidas no Grupo 1. Na outra chave, a briga segue aberta em todas as posições, com apenas um time garantido oficialmente na segunda fase. Apenas quatro times estão matematicamente sem chances de passar de fase.

GRUPO 1

No Grupo 1, o Expresso BFC União já está garantido na liderança. Com 12 pontos, só poderia ser alcançado pelo Good Jesus B. Porém, como o Expresso venceu o confronto direto, primeiro critério para desempate, a primeira posição já é do time do Barão. O atual campeão jogará agora apenas no dia 3 de julho, na segunda semifinal (20h00). O rival será o ganhador do playoff entre o segundo do Grupo 2 e o terceiro do Grupo 3).

O Good Jesus B é outro clube já classificado para a segunda fase. O time da Vila Bazani já está garantido como segundo colocado, com 9 pontos. Na próxima fase, jogará na segunda-feira, dia 1º de julho, às 19h30, contra o 3º do Grupo 2. No momento, o rival seria o Liverpool. Seja qual for o rival, o Good B terá a vantagem do empate para avançar à semifinal e enfrentar o líder do Grupo 2, atualmente o Anarkia. A briga pela terceira e última vaga da chave está entre três equipes. O Itamaracá, com 6 pontos, aparece como favorito.

É o atual terceiro colocado e depende apenas de si para avançar. A equipe faz confronto direto com o Sport Cubatão na quarta-feira, dia 19 de junho (20h00), na despedida dos dois times da fase de classificação. Se vencer ou empatar, o Itamaracá fica com a vaga. Em caso de derrota, o Itamaracá cai e a briga fica entre SMC e Katadão. Com apenas um ponto, o Katadão ainda tem chances de se classificar caso vença suas duas partidas e o SMC bata o Itamaracá. Neste cenário, a vaga seria disputada entre SMC e Katadão nos critérios de desempate, já que ambos terminariam com 7 pontos.

Como empataram em 2 a 2 na primeira fase, os critérios, pela ordem, seriam maior número de vitórias, melhor saldo de gols, maior número de gols marcados, menor número de cartões vermelhos, menor número de cartões amarelos e, por fim, se tudo seguir igual, sorteio público. O Mato Seco, que ainda não pontuou e tem mais dois jogos pela frente, já está eliminado. Na segunda-feira, dia 17 de junho, às 19h00, a equipe enfrenta o Katadão e, no dia 24, às 19h30, 19h30, se despede do torneio diante do Good Jesus B.

GRUPO 2

O panorama do Grupo 2 é mais amplo. Além da chave contar com uma equipe a mais (e ainda mais jogos pela frente que o Grupo 1), o panorama está aberto em várias condições. O Anarkia é o único matematicamente classificado para a segunda fase. O atual vice-campeão tem 12 pontos. Para se garantir na liderança, depende de alguns cenários. O mais simples é vencer os dois jogos que restam, indo a 18 pontos e se mantendo com 100% de aproveitamento.

Se empatar com o Botafogo e vencer o Pavilhão, também se garante na primeira posição, indo direto para a semifinal, em que aguardaria o vencedor de Good Jesus B x 3º colocado do Grupo 2. Há ainda a possibilidade de avançar em primeiro lugar mesmo empatando os dois jogos, mas, neste caso, dependeria de outros resultados.

O Botafogo, com 10 pontos, está muito perto de oficializar a vaga na próxima fase. Para ficar com a liderança, basta vencer os dois jogos que restam: Anarkia e Nosso Teto, o que daria ao Alvinegro, tricampeão entre 2015 e 2017, a vaga direta na semifinal. Caso não vença o Anarkia, a possibilidade mais concreta é de terminar na segunda posição. Caso empate em pontos com o Liverpool, atual terceiro colocado, ficaria à frente pela vitória na primeira fase. O Liverpool tem 9 pontos e, devido ao confronto direto entre Anarkia e Botafogo, não tem chances de terminar na liderança.

Para ser o segundo colocado, precisa vencer seu último jogo, diante do Nosso Teto e torcer para que o Botafogo faça apenas um ponto nos seis que disputará ainda nesta primeira fase. A situação mais concreta para o Liverpool é a briga pela terceira posição. O semifinalista de 2018 está dois pontos à frente do Nosso Teto, que aparece na quarta posição, com 7 pontos. O Nosso Teto, porém, tem um jogo a menos que o Liverpool e ainda um confronto direto. Caso vença Botafogo, na segunda-feira, dia, 17, o Nosso Teto chegaria ao duelo com 10 pontos e a vantagem de empatar.

O encontro entre Nosso Teto e Liverpool será na segunda-feira, dia 24 de junho. O Pavilhão, quinto colocado, com três pontos, ainda faz dois jogos e pode chegar a 9 pontos, pontuação do Liverpool no atual G3. Porém, com o encontro entre Liverpool e Nosso Teto, um dos dois obrigatoriamente terminará à frente do Pavilhão, que, assim, já está eliminado. O mesmo vale para o Good Jesus B, que é o sexto, com três pontos e para o Monaco, que, com dois pontos, já está garantido na lanterna do Grupo 2.

ARTILHARIA

Na briga pela artilharia, Davidson, do Liverpool, aparece no topo, com 10 gols. Ele ultrapassou Cauan, do Good Jesus B e Diego Godoy, do Anarkia, que têm 9 gols cada, com os dois marcados diante do Monaco, na segunda-feira, dia 10. Muriel (Expresso – 6 gols), Vinicius (Expresso – 6 gols), Pitty (Good Jesus B – 6 gols), Murilo (Anarkia – 6 gols), Alef (Monaco – 6 gols), Tiziu (Botafogo – 5 gols), Jé (Good Jesus A – 5 gols), Fellipe (Good Jesus B – 5 gols), Giliardi (Nosso Teto – 5 gols) e Juan (Sport Cubatão – 5 gols) são os mais próximos na luta pela artilharia da competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *